Economia Dólar volta a subir e se reaproxima de R$ 3,75

Dólar volta a subir e se reaproxima de R$ 3,75

Moeda norte-americana saltou 1,2% após acumular baixa de 2,14% nos últimos dois pregões

Dólar

Dólar atingiu R$ 3,74 na máxima do dia

Dólar atingiu R$ 3,74 na máxima do dia

Getty Images

O dólar subiu mais de 1% nesta quinta-feira (26), voltando a se aproximar do patamar de R$ 3,75, em um movimento de correção e acompanhando o mercado externo, mas com os investidores sem tirar o foco da cena política local.

Na sessão, a moeda norte-americana avançou 1,2%, a R$ 3,7468 na venda, depois de acumular perdas de 2,14% nos dois pregões passados. Na máxima do dia, a moeda norte-americana foi a R$ 3,7473.

O dólar futuro tinha valorização de cerca de 1,6% no final da tarde. "O dólar caiu muito nos últimos dias, era natural uma correção, até pelos níveis de preços: R$ 3,70 chama comprador", comentou o gestor de derivativos de uma corretora nacional ao citar o noticiário político doméstico recente.

No mercado internacional, o dólar avançava ante uma cesta de moedas, também em movimento de recuperação após bater a mínima de duas semanas mais cedo nesta sessão, e subia frente a divisas de países emergentes, como o rand sul-africano e a lira turca.

O Banco Central brasileiro ofertou e vendeu integralmente 14 mil swaps tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, rolando US$ 12,6 bilhões do total de US$ 14,023 bilhões dos contratos que vencem em agosto.

    Access log