Economize 26% dos brasileiros que querem ir às compras no Natal têm dívidas

26% dos brasileiros que querem ir às compras no Natal têm dívidas

Pesquisa também apontou que 9% a população deixarão de quitar débitos assumidos anteriormente para realizar festas e 7% para viajar no Réveillon

  • Economize | Do R7

9% dos consumidores vão deixar de pagar contas para comprar presentes

9% dos consumidores vão deixar de pagar contas para comprar presentes

Cesar Conventi/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Há poucos dias das festas de fim de ano, 26% dos brasileiros que querem ir às compras de Natal afirmam que possuem contas em atraso.

Leia mais: Compras de Natal lotam centros de comércio popular de São Paulo

É o que mostra uma pesquisa realizada pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) em parceria com a Offer Wise Pesquisas.

Apesar de esse cenário, o volume de consumidores que vão comprar nessa situação registrou uma queda de 7 pontos percentuais em relação a 2019, segundo o estudo.

Leia mais: Ceia de Natal está mais cara puxada pela alta no preço dos alimentos

O levantamento também aponta que 11% dos entrevistados admitem ter ficado com o nome sujo em razão das compras feitas para o Natal de 2019.

Destes, 6% continuam negativados e 5% conseguiram limpar o nome. Em média, o valor das dívidas responsáveis pela negativação é de R$ 550.

A pesquisa revela, ainda, que 23% dos consumidores que pretendem comprar presentes no Natal admitem gastar mais do que podem, percentual que chega a 27% nas classes C e D.

Leia mais: Ceia de Natal: Procon-SP aponta diferença de até 122% nos preços

O levantamento mostra alguns dados preocupantes: 

• 9% dos entrevistados irão negligenciar compromissos financeiros assumidos anteriormente para realizar compras de presentes típicas deste período.
• 9% deixarão de pagar alguma conta para realizar as festas de Natal; e
• 7% não quitarão contas para comemorar o Réveillon.

Os compromissos financeiros mais mencionados, no caso daqueles que deixarão de quitá-los, são:

• TV por assinatura (24%);
• Cartão de crédito (19%); e
• Contas de água/luz (19%).

Leia mais: Presentes de Natal – 20 dicas de presentes para agradar a família toda

Para José César da Costa, presidente da CNDL, o momento econômico exige cautela do consumidor.

“O recomendável é não comprar por impulso e planejar as despesas de acordo com o orçamento, sempre priorizando a quitação de contas."

José César da Costa

Ele dá algumas dicas: "faça uma lista prévia do que se deseja e pesquisar preços são as atitudes mais indicadas para não extrapolar as finanças.”

Últimas