Economize Aluguel: preço por m² se estabiliza em SP e tem leve queda no RJ

Aluguel: preço por m² se estabiliza em SP e tem leve queda no RJ

Valor médio da locação residencial na capital paulista é de R$ 34,96 o metro quadrado, e na capital fluminense é de R$ 29,43/m²

Preço médio do aluguel na capital de São Paulo é de R$ 34,96/m². No RJ chega a R$ 29,43/m²

Preço médio do aluguel na capital de São Paulo é de R$ 34,96/m². No RJ chega a R$ 29,43/m²

Fernanda Carvalho/Fotos Públicas

Os contratos de aluguel de imóveis residenciais nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro começaram a dar um pequeno alívio para os inquilinos em agosto.

O valor do metro quadrado nos contratos fechados em São Paulo registraram alta de 0,03% em agosto ante julho, chegando ao valor de R$ 34,96/m².

No Rio de Janeiro, os acordos apontaram uma queda pelo terceiro mês consecutivo, de 0,24%, chegando a R$ 29,43/m². O acumulado do ano ainda é positivo em 1,13%.

Os dados são do índice QuintoAndar, que acompanha dados efetivamente usados em contratos de aluguel residencial de SP e RJ.

No acumulado de 12 meses, o indicador continua em queda de 3,35% em SP, sendo o 5º mês em que o acumulado na capital paulista fica cada vez menos negativo e sinaliza aumento de 4,32% no RJ, mantendo a retomada na capital fluminense.

Leia também: Como calcular a multa pela saída antecipada do aluguel?

Em agosto, a diferença entre preço médio do metro quadrado para aluguel em anúncios e contratos fechados se manteve próximo dos 15%, segundo o indicdor.

No Rio de Janeiro, a diferença é um pouco menor do que no mês anterior, com o valor de 16,17%. Em São Paulo, a diferença é a maior da série histórica, em 14,98%.

Em SP, Vila Olímpia lidera aluguel mais caro

Em agosto, a lista dos bairros mais caros na capital paulista ficou assim:

1) Vila Olímpia (R$ 53/m²);
2) Real Parque (R$ 52,7/m²); e
3) Vila Nova Conceição (R$ 49,4/m²).

Já os bairros que mais valorizaram nos últimos seis meses foram no Jaguaré, Sacomã e Vl. Leopoldina.

As maiores quedas de preço foram registradas na Liberdade, Chácara Inglesa e Vl. Formosa.

Os imóveis com até um dormitório tiveram um aumento no preço do metro quadrado de 0,98% em agosto, ante julho.

No mesmo período, houve uma queda de 0.68% nos imóveis de dois quartos e aumento de 0,18% nos imóveis de 3 quartos.

M² no Jardim Oceânico, Lagoa e Recreio valorizou

Na capital fluminense, os destaques de aluguéis mais caros foram em:

1) Ipanema (R$ 48,3/m²);
2) Leblon (R$ 46,4/m²); e
3) Jardim Oceânico (R$ 40,0/m²).

Os bairros que mais se valorizaram foram Jardim Oceânico, Lagoa e Recreio e os que seguem em desvalorização é Botafogo, Grajaú e Vl. Isabel.

Em relação ao tamanho, o preço do aluguel por metro quadrado dos imóveis de um quarto leve queda no preço do metro quadrado de 1,42% em agosto, comparado com julho.

Os dois quartos tiveram leve aumento de 0,33%. Já os imóveis de três dormitórios registraram um leve aumento de 0,27%.

Veja dicas para economizar no supermercado em meio à pandemia

Últimas