Economize Baixas temperaturas aumentam procura por fondue e aquecedor

Baixas temperaturas aumentam procura por fondue e aquecedor

Buscas na internet por cobertores, moletons e meias também cresceram, segundo pesquisa feita com consumidores entre os meses de maio e junho

  • Economize | Raphael Fernandes*, do R7

Cobertor é o terceiro item mais procurado na web

Cobertor é o terceiro item mais procurado na web

Pixabay

Com a chegada do inverno e a queda nas temperaturas, começou a corrida do consumidor por produtos da estação. O campeão das buscas, segundo levantamento realizado pela Cuponomia, portal que reúne cupons de desconto e cashback online, foi o fondue, que registrou um aumento de 300% nos acessos.

 Leia mais: SP prorroga vacinação contra a gripe e inclui todas as faixas etárias

Na sequência aparecem os aquecedores (244%), cobertores (75%), meias (66%) e moletons (61%).

A pesquisa realizada pelo site comparou as buscas entre os meses de maio e junho nas principais lojas de varejo online do país.

Devido à pandemia do novo coronavírus, os shoppings e comércios estão com atendimento diferenciado e, com isso, a compra por e-commerce tem sido cada vez mais requisitada.

“Neste ano, as baixas temperaturas do inverno chegam em meio à crise provocada pela pandemia e gerou um impacto maior nas vendas do e-commerce. Também percebemos uma elevação na procura por itens para utilizar em casa”, afirma Ivan Zeredo, diretor de marketing do Cuponomia.

Aumento nos preços

No início de junho, o preço dos aquecedores estava em cerca de R$ 60, após a queda dos termômetros, os mesmos produtos passaram a ser vendidos, em média, por R$ 80. 

Apesar de o aumento nos valores, a procura por aquecedores no mês de junho é a maior já registrada no e-commerce este ano.

Muitos consumidores deixam para comprar os itens próximo do período, o que faz com que esse mercado seja muito aquecido nessa época do ano, aumentando os preços

Ivan Zeredo

Dicas para evitar preços altos

O dinheiro desembolsado na compra dos itens pode ser reduzido com a adoção de algumas pequenas práticas:

1- Pesquise antes de comprar: 

Zeredo aconselha os consumidores a realizarem uma pesquisa para ver qual é a melhor opção de preço do produto que deseja.

2- Cupons de desconto:

Conseguir cupons de desconto e códigos promocionais também podem baratear a compra. "Muitas lojas oferecem cupons e cashback, o que pode gerar uma economia de até 15% na compra”, diz Zeredo.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Márcia Rodrigues

Últimas