Economize Bitcoin: 5 motivos que fizeram o BTC disparar mais de 70% em 2020

Bitcoin: 5 motivos que fizeram o BTC disparar mais de 70% em 2020

Criptomoeda é uma aplicação de altíssimo risco, segundo o financista Fabrízio Gueratto, do canal do Youtube 1Bilhão

Gueratto:  Bitcon é a classe de ativos com maior volatilidade do momento.

Gueratto: Bitcon é a classe de ativos com maior volatilidade do momento.

Reprodução Youtube

Nenhum ativo teve a valorização conquistada pelo Bitcoin em 2020. Até fevereiro a criptomoeda acumulava alta de mais de 70% em pouco mais de um mês. Cada vez que um investimento tem grande valorização as pessoas tendem a buscá-lo, sempre na ânsia de ganhar dinheiro fácil. Com o Bitcoin não é diferente.

Até mesmo pessoas que nunca tiveram qualquer contato com a renda variável, como a bolsa de valores, colocam suas fichas no Bitcoin, como se estivessem jogando uma grande aposta em um cassino de Las Vegas.

Leia também: Brasileiros criam um 'Ibovespa' das criptomoedas

Mas é seguro investir em Bitcoin? É uma aplicação de altíssimo risco, segundo o financista Fabrízio Gueratto, do canal do Youtube 1Bilhão, além de ser a classe de ativos com maior volatilidade do momento.

"Chega a cair 20% em um único dia."

Dentro da diversificação de investimentos é possível ter Bitcoin, de acordo com Gueratto. "Porém, dentro de um percentual que seja possível perder. Como todo investimento o risco é proporcional ao retorno, claro que também existe a possibilidade de multiplicar de valor em um curto espaço de tempo."

Acompanhe o R7 Economize no Facebook (https://www.facebook.com/r7economize/) e no Instagram (https://www.instagram.com/r7economize/)

Últimas