Economize Cesta básica registra alta de 28,53% em 2020, diz Procon

Cesta básica registra alta de 28,53% em 2020, diz Procon

O valor médio era de R$ 784,16 em dezembro de 2019 e passou para R$ 1.007,89 em dezembro de 2020

  • Economize | Do R7

Cesta-básica passou de R$ 784,16 para 1.007,89 em 2020

Cesta-básica passou de R$ 784,16 para 1.007,89 em 2020

Reprodução

Pesquisa do Núcleo de Inteligência e Pesquisas do Procon-SP constatou que o valor da cesta básica apresentou alta de 28,53% na cidade de São Paulo em 2020. O levantamento, realizado junto com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), aponta que o valor médio era R$ 784,16 em dezembro de 2019 e passou para R$ 1.007,89, em dezembro de 2020.

Leia também: Preço da cesta básica dispara em todas as capitais do Brasil em 2020 

Segundo o Procon, todos os grupos apresentaram aumento, sendo as variações acumuladas de 7% para limpeza doméstica, de 11,68% para higiene e de 31,69% para alimentação.

O grupo alimentação, que pesa proporcionalmente mais na cesta básica, em dezembro de 2019 custava R$ 670,72 e em dezembro de 2020, R$ 883,28. Os gastos médios com os itens de higiene eram de R$ 68,98 em dezembro de 2019 e subiram para R$ 77,04, em dezembro de 2020 e os de higiene passaram de R$ 44,46 para R$ 47,57.

Dos 39 produtos pesquisados, 36 tiveram aumento e três diminuições de preço. As cinco maiores variações foram verificadas no grupo alimentação: óleo de soja (120%), arroz (93,88%), batata (62,06%), queijo muçarela fatiado (46,82%) e carne de 2ª sem osso (41,54%).

Últimas