Economize Como controlar o pânico com a queda da Bolsa e planejar aplicações

Como controlar o pânico com a queda da Bolsa e planejar aplicações

Manter a ansiedade sob controle é a chave para evitar a tensão e não deixar o noticiário interferir na capacidade de planejamento

Agência Estado
Especialistas indicam buscar informações seguras antes se planejar

Especialistas indicam buscar informações seguras antes se planejar

ADRIANA TOFFETTI/A7 PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Além da crise causada pela pandemia do coronavírus que aflige o mercado há mais de um mês, a notícia de que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, deixou o governo nesta sexta-feira (24) fez a Bolsa voltar a cair depois de alguns dias de gradual recuperação.

Às 15h30 desta sexta feira (24), o Ibovespa estava em queda de 5,93%, aos 74.948,18 pontos, e o dólar em alta de 3,6%, indo a R$ 5,73.

Flávia Ávila, especialista em Economia Comportamental e fundadora da consultoria InBehavior Lab, afirma que o momento é bem assustador para os investidores. “É uma situação que nunca vimos antes. Estamos em um cenário muito incerto, com muita fragilidade institucional.”

Em sua visão, Moro sempre foi visto como um pilar de confiança e credibilidade para o País. E a partir do momento em que ele deixa o cargo acusando o presidente de interferência na Polícia Federal, as incertezas aumentam ainda mais.

“O que acontece é que o ex-ministro é insubstituível. Não tem outro nome para entrar no cargo e acalmar o mercado agora”, diz a especialista.

Investir nunca foi tarefa fácil, mas a missão fica ainda mais árdua em um cenário de crise econômica instalada pela pandemia agravado pelo caos no ambiente político.

Para os especialistas, controlar a ansiedade é um elemento chave para não perder o controle e não deixar o noticiário interferir na capacidade de planejamento.

Segundo Flávia, as pessoas agem de forma menos racional em momentos como esse. Por isso, é essencial colocar no papel as informações disponíveis sobre os investimentos para tomar decisões baseadas em dados.

“O investidor tem que entender que neste momento cada decisão é muito valiosa. Então, tem que fugir do medo e da emoção e tentar trazer o pensamento mais analítico”, afirma a especialista em Economia Comportamental.

Fuja do efeito manada

Em um momento de volatilidade da Bolsa, é importante ter sangue frio e não comprar ou vender ações seguindo uma ação da maioria. Ou seja, o investidor deve fugir do efeito manada.

“Não podemos entrar ou sair do mercado com base em achismos das pessoas”, diz Julia Monteiro, analista fundamentalista da MyCap Investimentos.

Flávia alerta que muitos cometem erros por impulso em um momento do pânico. “Ninguém sabe mais dos seus investimentos do que você. Mantenha a calma, se organize e monte a sua estratégia”, diz a especialista em Economia Comportamental.

Busque informações confiáveis

Para conseguir montar uma boa estratégia, os especialistas recomendam buscar boas fontes de informação. Assim, o investidor evita comportamentos enviesados que podem prejudicar. “É muito importante entender o cenário para tomar decisões mais seguras”, afirma Julia.

“Muitas vezes, na euforia, a pessoa só olha a rentabilidade passada e não analisa o risco de um ativo”, afirma Arnaldo Curvello, sócio-diretor da Ativa Investimentos. “Se você sair para pescar oportunidades, tem que ter um pescador experiente para te ajudar”, avisa.

Últimas