Economize Como é possível pagar o IPVA com desconto? Confira o calendário

Como é possível pagar o IPVA com desconto? Confira o calendário

Em São Paulo, o valor mais baixo do tributo é R$ 54,96, enquanto o mais alto chega a R$ 527.493,20

Agência Estado
Quem pagar à vista terá desconto de 9% sobre o valor total

Quem pagar à vista terá desconto de 9% sobre o valor total

Reprodução

O IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores), cobrado pelas secretarias estaduais da Fazenda, começa a entrar no orçamento dos brasileiros. Em São Paulo, o órgão divulgou o calendário das parcelas. Quem pagar à vista terá desconto de 9% sobre o valor total.

Os valores dependem do ano de fabricação do veículo e da Faixa IPVA, número que pode ser encontrado no Certificado de Registro. Para realizar a consulta do valor, é necessário entrar no site da Secretaria Estadual com o Certificado e Licenciamento de veículo válido.

Considerados os dados do IPVA em São Paulo, o valor mais baixo é R$ 54,96, enquanto o mais alto alcança R$ 527.493,20. No estado, os donos de automóveis, camionetas, caminhonetes, ônibus, micro-ônibus ou motos que pagarem a cota única até fevereiro ou quitarem o valor em até cinco parcelas terão 5% de abatimento.

No Rio de Janeiro, as alíquotas vão de 0,5% a 4%. Os valores dos veículos usados são atualizados de acordo com a tabela Fipe. Para carros novos é considerado o preço na nota fiscal.

Para quem possui o valor disponível para pagamento à vista, a economia pode fazer diferença no orçamento.

Confira o calendário de SP

Reprodução/Secretaria da Fazenda e Planejamento de São Paulo/a

Vale a pena pagar à vista ou parcelar?

A educadora financeira Aline Soaper diz que quem consegue economizar o 13° salário pode utilizá-lo para o pagamento dos gastos do início do ano.

“Quem não possui dívidas pode separar uma parte do 13º para o consumo em geral, como festas de fim de ano e presentes, por exemplo. Mas é importante guardar uma parte do dinheiro para aqueles gastos maiores do início do ano, como IPVA, IPTU e mensalidade escolar, que são sempre gastos extras e devem ser considerados”, diz Soaper.

Em 2022, os proprietários de automóveis, camionetas, caminhonetes, ônibus, micro-ônibus e motos podem realizar o pagamento em até cinco parcelas nos primeiros meses do ano. A opção é mais indicada para quem deseja diminuir o peso no orçamento mensal, mesmo que tenha de abrir mão de um desconto.

Pensando em outras possibilidades de pagamento, algumas empresas, como a autotech Zul+, permitem o parcelamento em até 12 prestações, mediante o pagamento de encargos. “No parcelamento com o governo, o IPVA só vai ficar pago no fim da última parcela. Já no aplicativo, o motorista parcela o tributo em 12 vezes e o Zul+ o quita integralmente na Secretaria da Fazenda. Assim, o IPVA estará regularizado”, explica o diretor de conteúdo do Zul+, Lucas Palma.

Além dos  proprietários de veículos de São Paulo, os de Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Cajazeiras (PB) e Curitiba (PR) podem utilizar o serviço.

Últimas