Economize Compra de presentes para si mesmo deve movimentar R$ 36 bi no Natal

Compra de presentes para si mesmo deve movimentar R$ 36 bi no Natal

Pesquisa da CNDL e SPC Brasil diz que expectativa é de que 101,6 milhões de pessoas comprem algum presente para si mesmas neste fim de ano

101,6 milhões devem comprar presentes para si mesmos

101,6 milhões devem comprar presentes para si mesmos

Saulo Angelo/ Futura Press/ Estadão Conteúdo - 22.11.2019

Seis em cada dez brasileiros pretendem comprar presentes para si mesmos no Natal deste ano, segundo pesquisa divulgada nesta sexta-feira (6) pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito). 

Tributos deixam ceia de Natal mais pesada, alerta Associação Comercial

O ato de se auto presentear devem movimentar cerca de R$ 36,7 bilhões na economia, com 101,6 milhões de pessoas que vão comprar presentes para si mesmas. 

Segundo a pesquisa, a compra de presente para si é movida pelo aspecto emocional em suprir a necessidade aliada à ideia do "eu mereço". De todos os entrevistados, 51% afirmam que vão fazer a compra por precisar de algum produto, 30% por ser uma recompensa por terem trabalhado muito em 2019 e 17% que o Natal é um pretexto. 

O gasto médio do presente será de R$ 170, sendo que 42% têm intenção gastar até R$ 150. Em média, a pesquisa mostra que os consumidores planejam comprar dois presentes para si próprios. Os itens mais desejados são roupas, calçados, perfumes e cosméticos, celulares ou smartphones, acessórios (14%) e livros (11%).

Metodologia da pesquisa

Foram ouvidas 686 pessoas nas 27 capitais para identificar o percentual de quem pretendia ir às compras no Natal e, depois, a partir de 600 entrevistas, investigou-se em detalhes o comportamento de consumo no Natal. A margem de erro é de 3,7 e 4,0 p.p, respectivamente, para um intervalo de confiança de 95%.