Confira 8 dicas minimalistas para evitar compras por impulso

Algumas perguntas para se fazer antes de sacar o cartão da carteira: 'eu realmente preciso desse produto?', 'qual a sua qualidade e durabilidade?'

Evitar ir às lojas é uma forma de driblar o consumismo

Evitar ir às lojas é uma forma de driblar o consumismo

Pixabay

Está com dificuldade para controlar os gastos, exagera nos supérfluos e entra sempre no limite do cheque especial? Você sabia que o pensamento minimalista pode te ajudar a melhorar a sua situação financeira?

A palavra do momento prega uma vida simples, com menos consumo, gastos, sem exageros e mais sustentável.

Leia mais: Conheça 8 hábitos minimalistas que podem ajudar na sua vida financeira

Usar alguns "truques" das especialistas ouvidas pelo R7 Economize podem ajudar a virar a chave e abandonar o consumismo de vez.

"Ser minimalista é aplicar uma consciência diferente na forma de gastar dinheiro, mais simplificada, compacta e versátil", diz Carol Sandler, criadora do canal Finanças Femininas.

Leia mais: Mães e filhos criam os próprios brinquedos e driblam consumismo

Foi o que fez a engenheira civil Marina Duarta Maia há oito anos. Ela conta que começou a ficar incomodada com as coisas dentro de casa e "parecia que nunca conseguia organizar nada".

"Comecei a desapegar das coisas em excesso. Vendi as minhas roupas, sapatos e móveis", conta Duarte.

Leia mais: Veja dicas para economizar no supermercado em meio à pandemia

O incentivo financeiro da venda a deixou ainda mais animada para desapegar e não comprar nada além do necessário. Também a estimulou a influenciar outras pessoas a terem uma vida mais simples.

Percebi que dessa forma eu tinha muito mais tempo para aproveitar as coisas que gostava e para ficar com a família
Marina Duarte Maia

Marina mostra o seu estilo de vida em sua página no Instagram, que já conta com 29,2 mil seguidores, e que é possível "viver somente com o essencial e ser feliz".

Leia mais: Confira 5 dicas para não cair nas promoções da quarentena

"Gosto de mostrar como a vida minimalista pode ser mais leve e como fazer para desapegar das coisas em excesso e evitar o consumismo", afirma a engenheira.

A seguir, Carol e Marina listam algumas dicas que podem te ajudar a evitar compras desnecessárias ou por impulso.

8 atitudes minimalistas para ter antes de comprar

1- Evite compras por impulso

Nunca saia para fazer compras sem antes planejar. Pare, analise preços e marcas para chegar na melhor opção antes de sair gastando.

2- Faça uma lista de desejos

Marina diz que muitas vezes prefire deixar um produto na sua 'lista de desejos' durante algum tempo para perceber se realmente precisa dele.

Ela também cria estratégias para "não cair em tentação". Ela conta que adora utensílios de cozinha, pois gosta de criar receitas, mas sabe que muitos, por mais maravilhosos que pareçam, acabam não sendo utilizados.

Leia mais: Kim Kardashian posta fotos da mansão minimalista e causa na web

Como forma de evitar o consumo desnecessário, ela evita passar em lojas ou seções desses produtos.

Depois da "quarentena" na lista de desejos, ela se faz as seguintes perguntas:

• Vou realmente usar isso?
• Preciso mesmo disso ou tenho algum outro produto com utilidade parecida?
• Preciso comprar agora ou posso esperar para ver se realmente preciso?

Se ainda assim ela ver que o produto vale realmente a pena, ela o compra.

3- Verifique a durabilidade do produto

Antes de encarar uma compra, Carol aconselha a se questionar sobre a durabilidade e a qualidade do produto.

"Cada peça de roupa, por exemplo, tem de combinar com seu armário para conseguir ter uma versatilidade", diz Carol.

4- Cancele os e-mails promocionais

Deixe de assinar todas as newslatter de lojas que costuma receber. Classifique-os como spam e não abra nem por curiosidade.

5- Rede social sem marcas e influenciadores

Muitos influenciadores acabam despertando seu interesse por certos produtos, segundo Carol, por isso é melhor evitar esse estímulo ao consumo. O mesmo ocorre com as redes sociais das suas marcas preferidas.

6- Evite frequentar shoppings

Reduza as idas aos shoppings centers e lojas de rua. Sem estímulo, sem consumo.

7- Guarde o cartão de crédito

Utilize boletos, dinheiro ou transferências como forma de pagamento, "pois dessa forma é muito fácil de evitar certas tentações", segundo Carol.

"Tire o cartão de crédito da carteira, deixe-o guardado em uma gaveta. Use o cartão somente para imprevistos e emergências."

8- Respire e pense melhor

Se você está visitando o site de uma loja ou o estabelecimento físico na tentação de comprar algo não planejado, saia do local (micro ou loja) e respire durante 10 minutos antes de voltar.

"Muitas vezes esses 10 minutos são suficientes para botar um freiro no impulso de consumir e esquece que queria comprar algo", finaliza Carol.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Márcia Rodrigues