Economize Dá para iniciar o 'pé de meia' com pouco dinheiro. Siga esses 7 passos

Dá para iniciar o 'pé de meia' com pouco dinheiro. Siga esses 7 passos

Especialistas afirmam que dá para começar a investir com pequenos aportes e falam sobre os cuidados para se tomar antes entrar no mundo das finanças

  • Economize | Raphael Fernandes*, do R7

Tesouro Direto oferece títulos a partir de R$ 34,38

Tesouro Direto oferece títulos a partir de R$ 34,38

Marcello Casal jr/Agência Brasil

Muitas pessoas deixam de investir esperando o momento certo para iniciar o "pé de meia" ou ter mais dinheiro.

Leia mais: Quem trabalha com o que gosta gasta menos com supérfluo

Quem está nessa situação é melhor repensar seus planos porque há opções de aplicações a partir de R$ 10 e não é a poupança, que vem se mostrando um péssimo investimento já que desabou para 0,12% ao mês (1,4% ao ano), representando uma perda real de dinheiro.

Leia mais: Pais investem em previdência, ações e fundos de olho no futuro dos filhos

Alguns fundos de investimentos oferecem o aporte inicial de R$ 10 e têm atingido rendimentos superiores à tradicional caderneta de poupança.

Para o economista Ricardo Teixeira, coordenador do MBA em gestão financeira da FGV (Fundação Getúlio Vargas), existem várias razões para começar a investir. Entre elas, estão:

Leia mais: Aposentadoria: qual é a melhor aplicação para investir no futuro?

• Formar um capital que permita o consumo de bens ou serviços, tais como: imóveis, veículos, cursos, viagens;
• Preparar-se para ter uma aposentadoria confortável;
• Formar seu patrimônio; e
• Buscar remuneração para o capital excedente.

Confira sete dicas dos especialistas para iniciar um investimento com pouco dinheiro:

1- Elimine as dívidas

Ivan Sanches, educador financeiro, diz que antes de investir, mesmo em pequenas quantias, é importante não estar endividado.

Leia mais: Dá para iniciar uma reserva financeira mesmo com dívidas?

Para ele, sem a preocupação de pagar parcelamento de dívidas, as aplicações podem ir aumentando com o tempo.

2- Acompanhe o mercado

É importante, segundo Teixeira, acompanhar os acontecimentos do mercado para entender melhor sobre o funcionamento dos investimentos, rentabilidade e liquidez.

Leia mais: Quer aprender mais sobre finanças para investir? Veja 11 cursos grátis

Aplicações com pouco dinheiro oferecem baixa rentabilidade, por isso é importante observar as oportunidades do mercado para tentar impulsionar os ganhos.

3- Busque profissionais

Mesmo para aplicações de pequenas quantias, Sanches aconselha o investidor a buscar o acompanhamento de uma corretora de valores.

Leia mais: Quais investimentos você consegue fazer com a nota de R$ 200?

Esses profissionais, segundo ele, vão auxiliar na escolha sobre quais são as melhores opções do mercado para o seu caso.

4- Avalie seu perfil

Antes de começar a investir, seja com pouco ou muito dinheiro, é preciso identificar o seu perfil investidor – conservador, moderado ou arrojado – e como funcionam as aplicações que deixará suas economias – rentabilidade, liquidez, nível de risco, entre outros.

Leia mais: Conheça 3 investimentos que podem complementar o salário

"Para quem tem pouco dinheiro, quanto mais simples for a aplicação, melhor", orienta Teixeira.

Por outro lado, quanto mais simples for a aplicação escolhida, menor é a rentabilidade

Ricardo Teixeira

5- Estabeleça prazos de resgates

Teixeira afirma que é importante fixar prazos de resgates e de eventuais mudanças das aplicações para evitar perdas.

Leia mais: Como investir os primeiros R$ 100 na Bolsa de Valores

Por ser um investimento de baixo valor, todo cuidado é pouco para tentar elevar a rentabilidade da aplicação.

6- Aumente o aporte aos poucos

Tudo bem começar a investir com pouco dinheiro, mas o ideal é que os aportes aumentem conforme o tempo, diz Sanches.

7- Faça uma reserva

Sanches também aconselha aos novos investidores a criação de uma reserva de emergência para se prevenir de qualquer surpresa que possar aparecer.

Leia mais: Posso aplicar a reserva de emergência no Tesouro Selic?

"Investir tem riscos, principalmente na renda variável (ações)", finaliza Sanches.

Por fim, o educador lembra que é possível iniciar no mercado financeiro com pouco dinheiro, sem recorrer à poupança. Há títulos públicos com investimentos a partir de R$ 34,38 no Tesouro Direto.

Leia mais: Consumidor terá sua nota de crédito elevada ao pagar parcela de dívida

*Estagiário do R7, sob supervisão de Márcia Rodrigues

Últimas