Economize Dia dos Namorados: como iniciar o planejamento financeiro do casal?

Dia dos Namorados: como iniciar o planejamento financeiro do casal?

Especialistas listam oito dicas para ajudar os 'pombinhos' a iniciarem uma conversa franca sobre dinheiro e a organizarem o orçamento juntos

  • Economize | Márcia Rodrigues, do R7

Casal deve investir na criatividade e não  exagerar no preço do presente

Casal deve investir na criatividade e não exagerar no preço do presente

Pixabay

Falar sobre planejamento financeiro no Dia dos Namorados foge do tradicional roteiro romântico que cerca a data, não é verdade?

Apesar de o disparate, a conversar sobre o assunto deve ser considerada desde os primórdios do relacionamento, segundo especialistas ouvidos pelo R7.

Leia mais: Você sabia que pode autossabotar seu orçamento? Como identificar?

A começar pela escolha dos presentes no início do relacionamento, segundo Thiago Godoy, coordenador de educação financeira da XP.

“Nunca compre um presente com o valor superior a algo que compraria para você ou sua família.”

Thiago Godoy

A planejadora financeira Rejane Tamoto concorda com Godoy e destaca:

“Impressionar é importante, faz parte do romance, conquista, da construção do relacionamento, mas não é para se endividar para agradar o namorado ou namorada.”

Rejane Tamoto

A educadora financeira Teresa Tayra engrossa o coro:

“Na hora de escolher um presente, você realmente conhece o seu parceiro? Quantas pessoas gastam em presentes, e muitas vezes a pessoa nem valoriza, pelo fato dela não gostar. Seja observador nas preferências de seu parceiro para ser assertivo no presente.”

Teresa Tayra

A pedido do R7, veja algumas dicas que os especialistas listaram para implantar o planejamento financeiro na vida a dois tanto durante o namoro, quanto após o casamento:

1) Fale sobre finanças

Falar sobre dinheiro continua sendo um tabu para muitas pessoas, segundo Rejane. Como puxar conversa sobre o assunto com seu par logo no início do relacionamento?

“Conte uma história própria ou de alguém da família que envolva dinheiro. Se a pessoa continuar a conversa, será mais fácil para você saber sobre seus valores e o que ela pensa sobre o dinheiro.”

Rejane Tamoto

A comunicação é fundamental para o casal ter um bom planejamento financeiro, na opinião de Godoy.

Leia mais: Por contas em dia, famílias cortam gastos e assumem tarefas da casa

“Saber o que o outro pensa, seus sonhos e objetivos é o primeiro grande passo que o casal deve dar para a sua vida financeira. Escolha um dia e horário para falar sobre o assunto e fazer planos”, orienta Godoy.

2) Perfil financeiro

Conheça o perfil financeiro de cada um. Um pode ter o perfil mais econômico, outro mais investidor ou mais compulsivo.

“Una as melhores habilidades de cada um para ter uma relação mais sustentável financeiramente.”

Teresa Tayra

3) Orçamento conjunto

O casal deve sentar e estruturar o orçamento para possibilitar que ambos atinjam seus sonhos e objetivos, sejam individuais ou em casal.

“É preciso colocar na ponta do lápis quanto cada um ganha, o que desejam fazer, se podem fazer juntos ou separados... o relacionamento é um processo, uma eterna negociação.”

Thiago Godoy

Ele também lança a seguinte divisão: “se um ganha o dobro do outro, por que não dividir as contas proporcionalmente?”

Leia mais: Veja dicas para economizar no supermercado em meio à pandemia

“O casal precisa se conscientizar que gastos como lazer e presentes fazem parte do orçamento de cada um. Isso faz com que as contas não causem problemas futuros. O objetivo é ter bons momentos, boas lembranças e não geradores de dívidas”, frisa Teresa.

4) Defina prioridades

Godoy orienta o casal a deixar muito claro quais são as prioridades de cada um.

Leia mais: Como gerar renda no isolamento social e manter as contas em dia?

“É importante sentar e conversar para ver quais são as prioridades na vida de cada um e traçar um planejamento para realizar cada uma delas juntos ou separados, dependendo do que são.

5) Estabeleça metas

Trace um planejamento junto com o parceiro pontuando metas e prazos para atingi-las. Se o objetivo é poupar para uma viagem, ainda que pequena, comemore as conquistas que atingiram juntos.

“Não se desanime quando as coisas não acontecerem da forma que queria e se o planejamento sair da linha às vezes. É só voltar a seguir o que pontou.”

Thiago Godoy

Teresa destaca que existem vários tipos de desejos, uns mais fáceis de realização e outros que exigem um maior planejamento financeiro.

Leia mais: Quer cortar gastos? Listamos 10 dicas para ajudar a sair do vermelho

“Alinhar esses desejos e prazos em casal é muito importante. Assim fica bem claro para ambos, quando abrirem mão de algum gasto imediato para ter a chance de realizar algum desejo maior, por exemplo, uma viagem”, comenta Teresa.

6) Infidelidade financeira

Ser honesto e fiel com seu companheiro também é uma regra na vida financeira a dois.

Leia também: Aposentadoria: qual é a melhor aplicação para investir no futuro?

“Muitos relacionamentos acabam por causa da infidelidade financeira. Um não fala para o outro quanto ganha, não avisa sobre um bônus que recebeu, compra produtos escondido. Essas pequenas coisas acabam complicando o relacionamento”, conta Godoy.

7) Escolhas inteligentes

Pesquisem juntos opções de entretenimento e lazer e busquem sempre a opção mais em conta.

Veja também: Saiba quais são os 7 vilões do orçamento durante a quarentena

“Às vezes, uma opção mais barata pode trazer a mesma experiência do que a outra que o parceiro está sugerindo. Pesquisem juntos e conversem bastante antes de tomarem qualquer decisão. Para poupar, não é preciso se privar de nada, deixar o romantismo ou de presentear”, acrescenta Rejane.

8) Planos futuros

Vão casar, comprar uma casa ou ter filhos? Todas essas realizações exigem um planejamento financeiro conjunto.

“Coloquem tudo no papel e estabeleça um prazo. Veja qual o custo de tudo e quanto cada um está disposto a colaborar e quais economias podem fazer para realizar esses objetivos.”

Rejane Tamoto

Teresa também destaca que o casal “nunca deve deixar o dinheiro ser motivo de longas discussões no relacionamento.

Leia mais: Sobrou mês no fim do salário? Veja 8 dicas para seu dinheiro render mais

“São em momentos da instabilidade que se vê a união de um casal.”

Últimas