Economize Entenda o que é volatilidade e como usá-la a seu favor nos investimentos

Entenda o que é volatilidade e como usá-la a seu favor nos investimentos

A flutuação dos valores de um ativo pode oferecer perdas ou ganhos para o investidor que sabe observar a volatilidade

  • Economize | Bruna Vichi, de Branded Content

A volatilidade faz parte dos investimentos e pode ser uma importante aliada para quem quer lucrar

A volatilidade faz parte dos investimentos e pode ser uma importante aliada para quem quer lucrar

Pixabay

Você provavelmente já escutou falar sobre volatilidade de mercado. Para investidores iniciantes, o termo pode parecer complicado, mas trata-se de algo essencial para quem quer ter bons rendimentos na hora de investir. A volatilidade faz parte de um grupo de indicadores que podem determinar o bom resultado de um investimento, principalmente daqueles que fazem parte da Bolsa de Valores.

Apesar de representar um risco para quem investe, a volatilidade também é uma importante aliada da rentabilidade e do lucro, porque quanto maior o risco do investimento, maior é a possibilidade de ganhos. Isso também se aplica à volatilidade menor, que diminui a probabilidade de ganhos expressivos.

Mas o que é volatilidade?

A volatilidade é a oscilação do valor das opções de um investimento, tanto para mais quanto para menos. Ela acontece por vários motivos e, dependendo da aplicação, mais ou menos fatores externos causam essa flutuação. Por essa razão, as opções de investimento não têm os mesmos riscos e a mesma volatilidade.

Porém, como dito anteriormente, a volatilidade não é necessariamente algo ruim, já que a flutuação pode ser mais positiva do que negativa, gerando maior rentabilidade para o investidor. Um ativo bastante volátil serve como estratégia para quem quer entender sobre flutuações e aprender sobre os melhores momentos para comprar ou vender uma ação visando o lucro.

Simule seus investimentos na CM

A volatilidade no mercado financeiro

Apesar de a volatilidade estar relacionada à oscilação no preço dos ativos, ela também pode atingir o próprio mercado. Fatores externos, como cenários políticos e econômicos instáveis, pandemias, e até mesmo o pessimismo ou o otimismo dos investidores influenciam os índices do mercado financeiro. E é a partir deles que a volatilidade, sempre presente, cresce diante de momentos de crise.

Diante da pandemia de coronavírus, por exemplo, a volatilidade do Ibovespa chegou a 110% ao ano, o maior patamar em 20 anos. Isso porque a instabilidade que atingiu os principais mercados do mundo gerou incertezas no mercado e abriu espaço para maiores flutuações.

Como usar a volatilidade a seu favor

A volatilidade está intimamente ligada ao sucesso dos investimentos de uma carteira, já que seus impactos possibilitam ganhos e perdas nos ativos. Quem utiliza a oscilação do mercado a seu favor aproveita de momentos de queda para encontrar ações a preços inferiores ao que realmente valem. Quem também investe a longo prazo tem mais benefícios da volatilidade, já que empresas com bons fundamentos retomam seu crescimento depois de crises financeiras e voltam a ter resultados positivos.

A CM Capital tem um time de especialistas à disposição para te ajudar a entender a volatilidade dos ativos e mostrar qual o melhor momento para colocar determinada quantia em um investimento. Com suas operações virtuais, a CM Capital, que é uma das maiores corretoras do país, está sempre pronta para orientar seus clientes na trajetória do investimento.

CM Capital: a operadora dos grandes players agora também no varejo

Últimas