Economize Governo autoriza que corretoras prestem serviço de pagamento

Governo autoriza que corretoras prestem serviço de pagamento

BC afirma que as instituições devem optar entre a manutenção das contas de registro e a utilização de contas de pagamento

Reuters
Aprovação começa a valer a partir de janeiro de 2021

Aprovação começa a valer a partir de janeiro de 2021

Pexels

O CMN (Conselho Monetário Nacional) deu aval para que corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários passem a prestar serviço de pagamento a seus clientes a partir de janeiro de 2021, conforme decisão publicada pelo BC (Banco Central) nesta sexta-feira (27).

Em nota, o BC informou que as empresas deverão optar entre a manutenção das contas de registro, modelo hoje em vigor, e a utilização de contas de pagamento.

Leia mais: Veja 3 perguntas para se fazer antes de escolher uma corretora

"Independentemente da modalidade escolhida, os recursos mantidos nas contas, enquanto não comprometidos com a liquidação de operações em nome dos clientes, deverão ser aplicados em títulos públicos federais ou mantidos como disponibilidades pelas sociedades de intermediação", afirmou o BC.

Segundo a autoridade monetária, a medida deve incentivar a concorrência entre prestadores de serviços de pagamento, além de ampliar o escopo de atuação das sociedades corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários e aprimorar a gestão de recursos no segmento de intermediação.

Últimas