Economize Investidores ativos no Tesouro Direto passam de 1,5 milhão

Investidores ativos no Tesouro Direto passam de 1,5 milhão

Aplicações de até R$ 1 mil representaram 65,3% das operações de investimento no mês. Valor médio foi de R$ 5,8 mil, aponta governo

Número de investidores cadastrados no programa cresceu 3,48% em abril ante março de 2021

Número de investidores cadastrados no programa cresceu 3,48% em abril ante março de 2021

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O governo federal divulgou nesta terça-feira (25) que o total de investidores ativos no Tesouro Direto, isto é, aqueles que atualmente estão com saldo em aplicações no programa, passou de 1,5 milhão de pessoas (1.503.720), um aumento de 23.915 investidores no mês.

Já o número de investidores cadastrados no programa aumentou em 357.926, crescimento de 3,48% em relação a março de 2021, atingindo a marca de 10.643.707 pessoas.

Em abril de 2021, foram realizadas 373.825 operações de investimento em títulos do Tesouro Direto, no valor total de R$ 2,17 bilhões. Durante esse mês, os resgates foram de R$ 1,56 bilhão. Dessa forma, houve emissão líquida de R$ 613,36 milhões.

As aplicações de até R$ 1 mil representaram 65,30% das operações de investimento no mês. O valor médio por operação foi de R$ 5.808,28.

Os títulos mais demandados pelos investidores foram os títulos indexados à inflação (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais) que somaram, em vendas, R$ 926,46 milhões e corresponderam a 42,67% do total.

Os títulos indexados à taxa Selic (Tesouro Selic) totalizaram R$ 792,26 milhões, representando 36,49% das vendas, enquanto os títulos prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais) somaram R$ 452,56 milhões em vendas, ou 20,84% do total.

Nas recompras (resgates antecipados), predominaram os títulos indexados à taxa Selic, que somaram R$ 759,53 milhões (49,59%). Os títulos remunerados por índices de preços (Tesouro IPCA+, Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais e Tesouro IGPM+ com Juros Semestrais) totalizaram R$ 503,60 milhões (32,86%), os prefixados, R$ 268,45 milhões (17,53%).

Quanto ao prazo, a maior parcela de vendas se concentrou nos títulos com vencimento entre 5 e 10 anos, que alcançaram 48,89% do total. As aplicações em títulos com vencimento acima de 10 anos representaram 15,28%, enquanto os títulos com vencimento de 1 a 5 anos corresponderam 35,8% do total.

Em abril de 2021, o estoque do Programa fechou em R$ 63,92 bilhões, um aumento de 1,73% em relação ao mês anterior (R$ 62,83 bilhões).

Últimas