Economize Ovo de Páscoa pode custar até 270% mais do que chocolate em barra

Ovo de Páscoa pode custar até 270% mais do que chocolate em barra

Apesar de terem a mesma matéria-prima, produtos não são a mesma coisa, segundo a coordenadora do Insper Juliana Inhasz. Confira levantamento do R7

Ovos de Páscoa podem custar até 3,7 vezes mais do que uma barra de chocolate

Ovos de Páscoa podem custar até 3,7 vezes mais do que uma barra de chocolate

Cris Faga/ 04.04.2017/ Estadão Conteúdo

Tradição anual entre os meses de março e abril, os ovos de Páscoa começam a enfeitar supermercados, mercearias e grandes redes do varejos com os tradicionais varais repletos de embalagens coloridas com vários tamanhos que tomam corredores inteiros.

Leia também: Ovos de Páscoa estão 2% mais caros este ano, dizem supermercados

Clássicos ou com temas de personagens, brindes ou outras novidades do mercado de chocolate, os ovos despertam o desejo tanto de crianças quanto de adultos. Os mais atentos aos preços dos produtos de Páscoa sempre acabam comparando o preço dos ovos com as barras de chocolate.

Afinal, a diferença é muito grande? A resposta é sim!

Segundo levantamento feito pelo R7 nos sites das principais redes varejistas do país, o quilo do ovo de Páscoa pode chegar a R$ 333 (ovo Nescau NBA), enquanto a barra da mesma marca sai por R$ 35.

Para efeito de comparação, enquanto os ovos de Páscoa Diamante Negro e Laka pesam 176 e 175 gramas (R$ 203,98 e R$ 205,14 o quilo), respectivamente, e são comercializados a R$ 35,90, as barras destes mesmo chocolates, pesando 90 gramas são comercializadas por R$ 4,99, ou seja, R$ 55,44 o quilo.

Com isso, descobrimos que o ovo custa 3,7 vezes o preço da barra, ou seja, uma diferença de 270%.

Confira a lista completa do levantamento feito pela reportagem do R7:

Ovos de Páscoa

Ovo Alpino  - R$ 59,9 (337 g) ou R$ 178 (o quilo)
Ovo Diamante Negro - R$ 35,9 (176 g) ou R$ 203,98 (o quilo)
Ovo Hot Wheel/Barbie - R$ 49,9 (166 g) ou R$ 300,6 (o quilo)
Ovo Kit Kat  - R$ 49,9 (332 g) ou R$ 150,5 (o quilo)
Ovo Lacta ao leite - R$ 34,9 (170 g) e R$ R$ 205,14 (o quilo)
Ovo Lacta favoritos - R$ 79,9 (560 g) ou R$ 142,6 (o quilo)
Ovo Laka  - R$ 35,9 (175 g) ou R$ 205,6 (o quilo)
Ovo Laka/Diamante Negro - R$ 79,9 (480 g) ou R$ 166,45 (o quilo)
Ovo Nescau NBA - R$ 49,9 (150 g) ou R$ 333,2 (o quilo)
Ovo Oreo - R$ 49,9 (375 g) ou R$ 133 (o quilo)
Ovo Surpresa Esp. - R$ 49,9 (150 g) ou R$ 333,2 (o quilo)

Barra de chocolate

Barra ao leite Lacta - R$ 4,99 (90 g) ou R$ 55,44 (o quilo)
Barra Diamante Negro - R$ 4,99 (90 g) ou R$ 55,44 (o quilo)
Barra Nestlé - R$ 35 (o quilo)
Barro Oreo - R$ 4,90 (90 g) ou R$ 54,44 (o quilo)

Ovo de chocolate e barra são a mesma coisa?

Para Juliana Inhasz, coordenadora da graduação em economia e professora do Insper, apesar de terem a mesma matéria-prima, é importante frisar que os dois produtos não são a mesma coisa.

"Quando a gente considera os produtos como se fossem a mesma coisa, estamos olhando a questão de uma forma muito simplificada. Na verdade, existe toda uma agregação de valor, uma cadeia de produção que exigiu mais mão de obra, máquina, equipamento e mais capital".

O motivo de os ovos custarem mais caro, de acordo com Juliana, é a produção exclusiva para o período da Páscoa, enquanto é possível encontrar as barras nas prateleiras o ano todo.

Além disso, a fabricação específica acaba gerando um dos fatores que dão a maior vantagem para o ovo: a memória afetiva, como ressalta Juliana:

"Muitas vezes as pessoas remetem a este produto momentos da infância, momentos em família. Então, às vezes trazem consigo memórias afetivas ou outras características de gosto ou de uma diferenciação do produto."

Para Juliana, o ovo de Páscoa envolve muito mais do que a questão econômica, atinge também a comportamental e, por isso, não pode ser deixado de lado.

Leia também: Projeto oferece ovos de Páscoa para pessoas com restrições alimentares

"Quem não considera a barra de chocolate igual ao ovo, vai preferir comprar um ovinho menor, mas não deixará de comprar porque traz uma satisfação maior do que consumir uma barra de chocolate".

Mas a economista salienta que o melhor consumo é o consciente:

"Para o consumidor no geral, a melhor opção é a que cabe no bolso, sem gerar dívidas desnecessárias, e que ao mesmo tempo consiga suprir as necessidades, fazer com que aquilo que ele quer comprar"

Chocolate ou brinquedo?

Ovos de Páscoa deixaram de ser, já há algum tempo, comprados exclusivamente pelo chocolate. Para as crianças, o brinquedo ou brinde que vem junto é mais interessante do que o doce, como comenta Juliana:

"Em alguns casos, os adicionais que estão dentro do ovo, como brindes ou brinquedos, são levados mais em conta do que do próprio chocolate".

A dica da professora para os pais é conversar com os filhos e analisar a melhor solução:

"Se a questão é não querer gastar muito, mas comprar algo que tenha o sentido da Páscoa, que seja um ovo, o ideal é fugir desta armadilha e, se a preferência for pelo brinquedo, comprar o brinquedo separado, em vez do chocolate", sugere a especialista.

Para casos em que a criança não está ligando para o brinquedo e quer apenas o chocolate, sem se importar com o fato de ter um ovo ou não — o que é uma minoria, porque as crianças gostam do lado lúdico que o ovo de Páscoa traz — a viabilidade sempre vai pesar para o lado da barra, de acordo com Juliana. 

"A barra vai ser sempre mais barata. Então, nos casos onde houver esta conclusão de que a agregação de valor ou o formato do chocolate pouco importam, o ideal é escolher a barra. Já quando a criança é ligada neste lado lúdico, o interessante é comprar o ovo, mas a viabilidade deve levar em consideração o orçamento de cada um".

Veja abaixo as dicas do Procon para a hora das compras na Páscoa:

Acompanhe o R7 Economize no Facebook (https://www.facebook.com/r7economize/) e no Instagram (https://www.instagram.com/r7economize/).

Últimas