Economize Páscoa: Procon-SP aponta diferença de 94,19% nos preços de chocolates

Páscoa: Procon-SP aponta diferença de 94,19% nos preços de chocolates

Pesquisa comparou os valores de produtos da época como caixa de bombons, ovos de Páscoa e tabletes de chocolates

  • Economize | Do R7

Procon-SP encontrou diferença de preço de até 50,48% nos ovos de Páscoa

Procon-SP encontrou diferença de preço de até 50,48% nos ovos de Páscoa

Marcelo Camargo/Agência Brasil - 29.03.2018

Pesquisa divulgada pelo Procon-SP nesta quarta-feira aponta uma diferença de até 94,19% nos chocolates vendidos no supermercado.

O levantamento comparou os preços de produtos para Páscoa como caixa de bombons, ovos de Páscoa e tabletes de chocolates de diversas marcas, tipos e modelos.

A maior diferença encontrada foi de 94,19% no tablete de chocolate Alpino de 90 g da Nestlé, que em um estabelecimento custava R$ 9,69 e, em outro, R$ 4,99. Diferença de R$ 4,70 em valor absoluto.

Entre os ovos de Páscoa, a maior diferença encontrada foi de 50,48% no Ferrero Rocher de 225 g, seu preço em um estabelecimento foi de R$ 89,99 e, em outro, R$ 59,80. Em valor absoluto a diferença foi de R$ 30,19.

Nas caixas de bombons, a maior diferença foi de 81,51%: a caixa de Ferrero Rocher com 12 unidades custava R$ 47,50 em uma loja e, em outra, R$ 26,17, diferença de R$ 21,33 em valor absoluto.

Na comparação dos produtos comuns entre as pesquisas online de 2021 e 2020 constatou-se que houve, em média, acréscimo no preço médio nos bombons de 7,38% e nos tabletes de chocolate de 8,95%. Já o preço médio dos ovos de Páscoa apresentou decréscimo de 2,05%.

O levantamento foi realizado em nove sites, nos dias 24, 25 e 26 de fevereiro. Foram pesquisados 96 itens entre caixa de bombons, ovos de Páscoa e tabletes de chocolates.

Só foram comparados os produtos encontrados em, no mínimo, três dos locais visitados.

Na comparação dos produtos comuns entre as pesquisas online de 2021 e 2020
efetuadas pelo Procon-SP, constatou-se que houve, em média, acréscimo no preço médio nos bombons de 7,38% e nos tabletes de chocolate de 8,95%.

Já o preço médio dos ovos de Páscoa apresentou decréscimo de -2,05%. O Índice de Preços ao Consumidor – IPC-SP da Fipe, referente ao período de março de 2020 a fevereiro de 2021, registrou uma variação de 6,36%.

Últimas