Novo Coronavírus

Economize Passagens aéreas ficam até 33,59% mais baratas em um ano

Passagens aéreas ficam até 33,59% mais baratas em um ano

Queda de preço atinge destinos nacionais e internacionais. Vale lembrar que vários países ainda têm restrições a brasileiros

  • Economize | Márcia Rodrigues, do R7

Bilhetes aéreos para Orlando (EUA) estão 33% mais em conta

Bilhetes aéreos para Orlando (EUA) estão 33% mais em conta

Reprodução/Pixabay

As passagens aéreas nacionais e internacionais estão até 33,59% mais baratas, segundo pesquisa da Kayak, empresa especializada em pesquisa de viagens, feita com exclusividade para o R7 Economize.

A pedido da reportagem, a Kayak levantou quais os destinos nacionais e internacionais mais solicitados pelos brasileiros e comparou os preços das passagens vendidas em fevereiro de 2020 com o mesmo mês desse ano.

A maior diferença foi encontrada em passagens aéreas internacionais. Viajar para Orlando, nos Estados Unidos, hoje está 33,59% mais barato do que no ano passado. O valor passou de R$  4.363 para R$ 2.897.

Na sequência aparece Nova Iorque, também nos EUA, com redução de 31,13% no valor da passagem: foi de R$ 4.160 (2020) para R$ 2.865 (2021).

Dubai, nos Emirados Árabes, surge em terceiro com bilhetes aéreos com custo médio de R$ 6.977, ou seja, 24,75% mais em conta do que em 2020 quando era R$ 9.271.

Viajar para Florianópolis está 31% mais em conta

No caso dos voos nacionais, a maior diferença de preço é para uma viagem para Florianópolis (SC), com passagens sendo vendidas 31% mais em conta. O custo caiu de R$ 1,041 para R$ 718.

A segunda maior diferença nas viagens internas (29%) aparece em Porto Seguro (BA) e Rio de Janeiro (RJ).

Em Porto Seguro, o valor passou de R$1.295 (2020) para R$ 915 (2021). No Rio, caiu de R$ 910 para R$ 647.

Em terceiro figura Maceió (AL) e João Pessoa (PB) com uma redução de 26% no valor dos bilhetes aéreos.

Em Maceió a queda foi de R$ 1.444 para R$ 1.075. Em João Pessoa, o valor caiu de R$ 1.278 para R$ 942.

Confira mais opções abaixo:

A pesquisa tem como base a média de preço das passagens aéreas com saída de todos os aeroportos do Brasil.

É importante salientar que a maior parte dos destinos internacionais ainda apresenta restrições à entrada de brasileiros.

Últimas