Economize Só 3% dos brasileiros pretendem viajar no fim de ano, diz pesquisa

Só 3% dos brasileiros pretendem viajar no fim de ano, diz pesquisa

Período de confinamento pode ser um bom momento para ver novos destinos e economizar num futuro próximo. Veja as dicas!

Aeroporto de Guarulhos. Apenas 3% dos brasileiros pretendem viajar no fim de ano

Aeroporto de Guarulhos. Apenas 3% dos brasileiros pretendem viajar no fim de ano

FERNANDA LUZ/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Apenas 3% dos brasileiros pretendem viajar nas festas de final de ano, segundo pesquisa realizada pela MelhorCambio.com com 13.780 pessoas.

O dado reflete a preocupação com a pandemia de covid-19, segundo a empresa, num momento em que autoridades sanitárias em países da Europa, especialmente, mas também em outras regiões e no Brasil anunciam aumento de restrições de circulação.  

Leia mais: Planejar a viagem das férias ajuda a evita dívidas e dor de cabeça

Em outra pesquisa, divulgada em outubro, antes da nova elevação de casos da doença e do aumento das restrições, o índice de pessoas que pretendiam viajar nos meses seguintes era de 68%.

Leia mais: Anvisa vai monitorar voos que chegam em SP e no RJ vindos do Reino Unido

Na atual edição, os planos ficam para o próximo ano. Veja alguns números:

• 28% dos entrevistados afirmam que têm planos de viajar no primeiro semestre de 2021;
• 24,3% que a retomada deve acontecer só no segundo semestre; e
• 35,7% não pensam em datas e devem aguardar até que o cenário fique menos incerto.

Segundo Alexandre Monteiro, sócio da startup e responsável pela pesquisa, enquanto a vacina não chega, o período de confinamento imposto pela pandemia pode ser uma boa oportunidade para planejar a ida a novos destinos e economizar no roteiro num futuro próximo.

A seguir, ele dá algumas dicas para os viajantes:

Planejamento é essencial

Decida o local de destino e comece a pesquisar preços das passagens aéreas.

"Quanto mais longe o dia da compra estiver do dia do embarque, maiores são as chances de conseguir um bom preço."

Alexandre Monteiro

Além disso, pesquise na internet as opções de hotéis e liste quais atrações você pretende visitar no local.

Guarde dinheiro

Após planejar o roteiro, é possível ter uma ideia de quanto irá gastar e fazer uma programação para guardar parte do dinheiro necessário todo mês.

Fique atento ao noticiário

Os fatos relacionados à economia têm extrema ligação com a cotação das moedas.

Eleições para presidente, intervenção na economia de um país, queda do preço de algum item específico, tudo isso é interpretado como bom ou ruim por importadores, investidores, governo, especuladores, entre outros agentes que estão envolvidos com o uso constante do dólar.

Isso faz com que a moeda fique mais valorizada ou desvalorizada, de acordo com a notícia do dia.

Compre moeda aos poucos

Comprar moeda constantemente e antecipadamente faz com que você vá juntando tudo de forma tranquila, organizada e sem desespero.

Não compre apenas na véspera, nem deixe para comprar outro dia acreditando que o preço vai melhorar. Procure comprar de pouco em pouco  em intervalos regulares.

A tendência é que, no médio prazo, o consumidor consiga economizar dessa forma e evite comprar tudo num momento de alta da moeda. 

Últimas