Economize Taxa de juros do empréstimo pessoal tem leve alta em abril

Taxa de juros do empréstimo pessoal tem leve alta em abril

Cheque especial mantém tarifa estável no mês. Pesquisa foi divulgada pelo Procon nesta terça-feira

  • Economize | Do R7

Bradesco elevou taxa de crédito pessoal para 0,84%

Bradesco elevou taxa de crédito pessoal para 0,84%

Sergio Moraes/Reuters

A taxa média do empréstimo pessoal apresentou uma leve alta em abril, segundo pesquisa divulgada pelo Procon-SP nesta terça-feira (13). Já a do cheque especial, considerada uma das mais altas do mercado, se manteve estável.

O levantamento foi feito em 5 de abril nos seguintes bancos:

• Banco do Brasil;
• Bradesco;
• Caixa Econômica Federal;
• Itaú;
• Safra; e
• Santander.

Crédito pessoal

No empréstimo pessoal, a taxa média dos bancos pesquisados foi de 6,10% ao mês, acréscimo de 0,02 ponto percentual em relação ao mês anterior, que foi de 6,08%.

As únicas instituições que elevaram suas taxas foram Itaú e Bradesco.

No Itaú, o juros do crédito pessoal foi de 5,91% para 5,97%, alta de 1,02%.

No Bradesco, a taxa foi de 7,16% para 7,22%, representando uma elevação de 0,84%.

As demais instituições financeiras mantiveram suas taxas.

Cheque especial

No cheque especial não houve alteração das taxas praticadas pelas instituições se mantendo igual ao mês anterior, 7,96% ao mês.

O Banco Central do Brasil, por meio da Resolução nº 4.765, de 27 de novembro de 2019, limitou a cobrança da taxa de juros do cheque especial para pessoa física em 8% ao mês. A resolução passou a vigorar em 6 de janeiro de 2020.

Especialistas do Procon-SP orientam que o consumidor deve sempre avaliar seus rendimentos e despesas a fim de identificar onde é possível economizar e evitar gastos desnecessários.

O controle das finanças pessoais é a melhor forma de se livrar do endividamento.

Últimas