Economize Veja os 3 motivos que mais causam perda de registro do MEI

Veja os 3 motivos que mais causam perda de registro do MEI

Microempreendedor individual pode faturar até R$ 81 mil por ano, emitir nota fiscal e participar de licitação. Saiba mais!

  • Economize | Sheila Pinheiro Correa, do R7*

O microempreendedor individual pode faturar até R$ 81 mil por ano

O microempreendedor individual pode faturar até R$ 81 mil por ano

medium-shot-woman-holding-paper / Freepik - 20.07.2021

O Brasil têm 2,6 milhões de novos MEIs (Microempreendedores Individuais), segundo dados do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) em parceria com a Receita Federal.

Em 2020, o número de MEI (Microempreendedores Individuais) teve um crescimento de 8,4% em relação a 2019, mostrando que apesar de ter pouco mais de 10 anos, é o porte de empresa mais comum no país.

Números do MEI

Em São Paulo, a marca de MEIs ultrapassa 3 milhões de CNPJs, sendo 963 mil só na capital paulista.

Idade:

• De 21 a 30 (2.821.488)
• De 31 a 40 (3.810.819)
• De 41 a 50 (2.962.016)

Cidades:

Com mais de 3 milhões de CNPJ ativos:

• São Paulo (13.2017.595)
• Minas Gerais (5.110.712)
• Rio de Janeiro (4.035.576)
• Rio Grande do Sul (3.342.403)
• Paraná (3.107.595)

Cláudio Lasso, contador e CEO da Sapri Consultoria, lembra que o MEI é a categoria mais barata para se ter CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) e garantir a legalização da sua empresa.

O microempreendedor individual pode, entre outras vantagens, ter renda mensal de até R$ 81 mil (ou R$ 6.750 por ano) e emitir nota fiscal.

Quais as vantagens de ser MEI?

• Ter CNPJ;
• Emitir nota fiscal;
• Ter funcionário registrado;
• Participar de licitações;
• Alugar máquina de cartão;
• Ter acesso de linhas de créditos específicas com juros mais baratos; e
• Renda anual de até R$ 81 mil.

Ao pagar mensalmente o Simples, (DAS - Documento de Arrecadação Simplificada do MEI), você terá acesso a:

• Aposentadoria por idade ou invalidez;
• Auxílio doença;
• Salário maternidade; e
• Pensão por morte ou até mesmo auxílio reclusão.

A seguir confira três dicas para evitar o desenquadramento do MEI prepradas por Lasso:

Faturamento

1. A legislação do MEI permite um faturamento anual de R$ 81 mil O microempreendedor que ultrapassar a margem de 20% desse valor, levando o faturamento até R$ 97,2 mil, será desenquadrado automaticamente migrando para outro sistema tributário.

Funcionário

2. O MEI pode ter apenas um único funcionário. Se empreendedor resolver contratar mais um empregado, perderá o registro de microempreendedor.

Área de atuação

3. Existem atualmente mais de 450 atividades com enquadramento do MEI. Caso o microempreendedor decida mudar de áerea, é importante verificar se o novo ramo compõe ou não esta lista para garantir a sua permanência no sistema tributário simplificado.

O tempo médio para se abrir um MEI gira em torno de 1 dia enquanto o tempo médio do processo de baixa é de aproximadamente 3 dias. Todo processo é realizado no Portal do Empreendedor.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Márcia Rodrigues

Começando um negócio? Veja o passo a passo para abrir um MEI

Últimas