Em pandemia, Latam Brasil entra em recuperação judicial nos EUA

Segundo empresa, medida vai permitir que ela tenha acesso a novas fontes de financiamento. Outras filiais do grupo adotaram a estratégia

Em pandemia, Latam Brasil entra em recuperação judicial nos EUA

Em pandemia, Latam Brasil entra em recuperação judicial nos EUA

Nacho Doce/Reuters - 19.12.2017

A LATAM Airlines Brasil anunciou nesta quinta-feira (9), em comunicado, que entrou em recuperação judicial nos Estados Unidos. Segundo a empresa, "passa a integrar esse processo de reorganização voluntária como um passo assertivo em decorrência do prolongamento da pandemia do coronavírus."

Leia mais: Coronavírus: o futuro incerto das viagens aéreas após a pandemia de covid-19

Em 26 de maio, as filiais do grupo no Chile, Colômbia, Equador, Estados Unidos e Peru fizeram o mesmo e aderiram ao processo de reorganização financeira norte-americano. De acordo a LATAM, "esta foi, indiscutivelmente, a melhor alternativa para reestruturar nossas finanças de forma ampla, assegurando sustentabilidade a longo prazo".

Ainda segundo a empresa, como ainda não há sinais fortes de recuperação, a adesão ao processo vai permitir que a LATAM Brasil tenha acesso a novas fontes de financiamento.

Veja também: Companhias aéreas pedem exames rápidos e precisos para viagens

No comunicado, o grupo afirma que não haverá alterações aos clientes e garante que serão mantidos todos os benefícios do programa LATAM Pass, as passagens adquiridas, travel vouchers ou qualquer forma de crédito, além de parcerias com agências, programas de fidelidade corporativos e a venda de passagens aéreas.

A nota assinada pelo CEO da LATAM Brasil, Jerome Cadier, conclui: "Estamos seguros de que esta é a melhor decisão para continuarmos voando por você no Brasil".