Economia Empregos devem crescer no Nordeste, região na mira das aéreas

Empregos devem crescer no Nordeste, região na mira das aéreas

Recife e Fortaleza vão receber ainda mais europeus a partir de 2018

  • Economia | Andrea Miramontes, do R7

Aeroporto Internacional de Fortaleza vai receber mais voos da Europa

Aeroporto Internacional de Fortaleza vai receber mais voos da Europa

Reprodução/Wikimedia Commons

A região Nordeste nunca esteve tão em evidência para as companhias aéreas e turistas europeus. A procura de passagens do exterior para o Nordeste e vice-versa aumentou no último semestre.

De acordo com o Ministério do Turismo, em geral, houve um recorde histórico de turistas do exterior em 2016. Foram 6,6 milhões de visitantes de outros países, com um crescimento de 4,3% em relação a 2015. Os campeões de visita são os sul-americanos, com 56,7%. Logo depois, vêm os europeus, com 24,4%.

Brasil tem potencial turístico rico, mas desperdiçado

Nesta semana, as aéreas anunciaram pelo menos mais 8 voos diretos partindo e chegando de Fortaleza e Recife, de Paris Amsterdam e Lisboa. De acordo com Sandro Maskio, professor de economia da Universidade Metodista de São Paulo, a vinda de mais turistas à região certamente vai impactar positivamente a criação de empregos.

"Turismo tem alta capacidade de geração de empregos pois movimenta uma cadeia inteira da economia. Não é só passagem aérea e hotel, mas restaurantes, comércio local, entretenimento, e a oferta de vagas deve aumentar na região", avalia o especialista. 

Apostas das aéreas

Como explica Maskio, a escolha do Nordeste é também uma estratégia geográfica, pois é o ponto mais próximo do Brasil ao continente europeu. Por isso também, as companhias que lançaram novos voos disseram que os bilhetes devem custar menos.

"Sentimos um aumento de 30% da demanda para Europa e de europeus para essas regiões [Norte e Nordeste], de janeiro a agosto deste ano", conta Mario Carvalho, diretor geral da TAP, que há 50 anos atua no local. Agora, a companhia aumentou o número de voos de Recife (PE) para a Europa. Nas regiões, são 30 voos por semana.

É de Fortaleza, no Ceará, que sairão os cinco novos voos diretos para Paris, na França, e Amsterdam, na Holanda, anunciados na parceria firmada entre Air France-KLM e Gol, nesta semana.

"Fortaleza vai ser o novo ponto de entrada no Brasil para a Europa"

Jean-Marc Pouchol, diretor geral Air France-KLM para a América do Sul

A Gol vai aumentar a oferta de voos em 35% nas regiões. "Vamos redesenhar a malha aérea com partidas de Fortaleza (CE). Identificamos um potencial enorme na região, que também tem localização geográfica privilegiada para a conexão com a Europa", diz Celso Ferrer, vice-presidente de planejamento da Gol.

Os voos começam a partir de maio de 2018. O aeroporto da capital cearense também foi o escolhido como novo hub - centro de logística - do grupo e da GOL para conectar o Norte e o Nordeste ao continente europeu.

De acordo com Jean-Marc Pouchol, diretor geral Air France-KLM para a América do Sul, a nova operação também vai trazer muito mais europeu para o Brasil. "Fortaleza vai ser o novo ponto de entrada no Brasil para a Europa. Há muita demanda para conhecer essas regiões".

Experiências e roteiros mais legais estão a um clique

Últimas