Equipe econômica corta previsão de PIB a +2,10% em 2020 por impacto de coronavírus

BRASÍLIA (Reuters) - A equipe econômica cortou nesta quarta-feira sua projeção de crescimento econômico neste ano a 2,1%, ante patamar de 2,4% calculado em janeiro e um percentual de 2,3% na Lei Orçamentária Anual aprovada pelo Congresso, cujos parâmetros seguem vigentes.

Segundo a Secretaria de Política Econômica (SPE), a diminuição de 0,3 ponto reflete um cenário provável com os impactos econômicos do coronavírus. No cenário otimista, a redução no PIB foi calculada em 0,1 ponto e no pessimista, em 0,5 ponto.

Com a atualização, a estimativa do governo ficou mais próxima, mas ainda superior à expansão de 1,99% esperada pelos economistas para a economia neste ano, conforme boletim Focus mais recente.

Em nova grade de parâmetros macroeconômicos, a perspectiva de alta do IPCA neste ano foi reduzida a 3,12%, contra 3,62% em janeiro e 3,53% na LOA, em outra variável que também deve pressionar as receitas para baixo.