Espaço delimitado é o novo normal nas padarias

Funcionamento em horário reduzido e maior controle sanitário são regras básicas na retomada da economia

Padarias tiveram que adaptar sua operação para receber novamente a clientela

Padarias tiveram que adaptar sua operação para receber novamente a clientela

Reprodução

Tomar café na padaria é um prazer que foi subtraído dos brasileiros nos últimos meses, mas que está voltando aos poucos. Com a reabertura parcial dos comércios, o bom e velho cafezinho com pão na chapa já pode ser consumido novamente. É o que demonstra o Boletim Sebrae: sob as novas (e mais rígidas) regras de manutenção da higiene e do distanciamento social, as padarias reabrem com horário reduzido e uma nova dinâmica entre equipe e frequentadores do estabelecimento.

No balcão, onde a maioria gosta de se sentar para aproveitar o clima e receber o pão quentinho diretamente da chapa, uma barreira de acrílico separa funcionários de clientes. Os produtos são entregues por meio de um guichê, para garantir o mínimo contato necessário em tempos de pandemia.

Já nas mesas do salão, a ordem do dia é maior espaçamento entre elas. Além disso, é necessário prevenir ao máximo os riscos de contaminação com a limpeza constante de cadeiras e toalhas. O álcool em gel está por toda parte, sempre utilizado para esterilizar as mesas e as mãos dos clientes que se revezam no espaço.

Entre os funcionários, a ordem é chegar e trocar imediatamente de roupa; máscaras e viseiras de acrílico são obrigatórias e transmitem ainda mais segurança para quem aguarda o atendimento. Uma amostra do novo normal na fase de retomada da economia, que já dá provas de eficiência e resultado: um aumento de 15% no movimento.