Economia Ex-ministro Joaquim Levy será diretor do Banco Safra

Ex-ministro Joaquim Levy será diretor do Banco Safra

Presidente do BNDES no início da gestão Bolsonaro assumirá posto de diretor de estratégia econômica e relações com mercados no banco privado

Reuters
Levy tem passagem por várias órgãos multilaterais

Levy tem passagem por várias órgãos multilaterais

Valter Campanato/1º.set.2015/Agência Brasil

O Banco Safra anunciou nesta segunda-feira (22) a nomeação do ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do BNDES Joaquim Levy como diretor de estratégia econômica e relações com mercados.

Levy, de 59 anos, tem passagem por várias órgãos multilaterais, tendo sido inclusive diretor-geral do Banco Mundial, e ocupado a vice-presidência financeira do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

O executivo também ocupou cargos em vários dos governos brasileiros nos últimos 20 anos, sendo secretário do Tesouro Nacional no mandato de Fernando Henrique Cardoso, em 2003.

Em 2014, deixou a Bradesco Asset Management para ser ministro da Fazenda no começo do segundo mandato de Dilma Rousseff. Ficou no cargo por 11 meses.

Leia mais: Gestão de Levy no BNDES foi marcada por atritos com governo e funcionários

Nomeado presidente do BNDES pelo atual ministro da Economia, Paulo Guedes, Levy pediu para deixar o cargo há um ano, após o presidente Jair Bolsonaro ter ameaçado publicamente demiti-lo se ele não afastasse um executivo do banco de fomento.

Levy é doutor em Economia pela Universidade de Chicago, mestre em Economia pela Fundação Getúlio Vargas e graduado em Engenharia Naval pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Últimas