Economia Florianópolis supera São Paulo em ranking de competitividade

Florianópolis supera São Paulo em ranking de competitividade

Levantamento mede serviços públicos oferecidos por 411 cidades do país, nas quais estão aproximadamente 60% da população

  • Economia | Do R7

Ponte Hercílio Luz, cartão-postal de Florianópolis, capital de Santa Catarina

Ponte Hercílio Luz, cartão-postal de Florianópolis, capital de Santa Catarina

Pixabay

A cidade de São Paulo perdeu uma posição no Ranking de Competitividade dos Municípios, feito pelo CLP (Centro de Liderança Pública) em parceria com a Gove Digital e o Seall. Ela foi superada por Florianópolis (SC).

O levantamento, que mede a qualidade de serviços públicos, está em sua segunda edição e será divulgado detalhadamente nesta segunda-feira (22). Entram no ranking 411 cidades do país, nas quais estão 59,75% da população brasileira (126,52 milhões de pessoas).

A capital catarinense ocupa agora a terceira posição, atrás de outras duas cidades paulistas. Barueri é a primeira colocada e São Caetano do Sul, a segunda.

Vitória, capital do Espírito Santo, era sexta no ranking divulgado em 2020 e avançou uma posição, superando Curitiba (PR).

As cinco cidades nas piores colocações no ranking estão no estado do Pará: Moju, Breves, Tailândia, Tucuruí e Cametá. 

Destaques positivos

O município que mais cresceu em relação ao ano passado foi Macaé (RJ), saindo da 264ª para a 133ª colocação.

Em São Paulo, as cidades de Ourinhos e Mairiporã também apresentaram crescimento relevante. A primeira foi do 148º para a 84º lugar, enquanto a outra, da 269ª para a 210ª posição.

Fora do eixo Sul-Sudeste, as cidades que mais evoluíram são do estado de Roraima. Ji-Paraná saiu da 282ª para a 196ª e Vilhena, da 306ª para a 250ª posição.

O que é esse ranking

O levantamento tem o objetivo de mostrar como a competição no setor público é um elemento fundamental à promoção da justiça, equidade e desenvolvimento econômico e social dos municípios para garantir serviços de mais qualidade à população.

Nesta segunda edição do Ranking de Competitividade dos Municípios, foram avaliadas as cidades brasileiras com população superior a 80 mil habitantes pela estimativa populacional do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2019. 

Todos os municípios foram avaliados com base em 65 indicadores, distribuídos em 13 pilares temáticos e 3 dimensões consideradas fundamentais para a promoção da competitividade e a melhoria da gestão pública dos municípios brasileiros.

Os pilares são: Sustentabilidade Fiscal, Funcionamento da Máquina Pública, Meio Ambiente, Acesso à Saúde, Qualidade da Saúde, Acesso à Educação, Qualidade da Educação, Segurança, Saneamento e Meio Ambiente, Inserção Econômica, Inovação e Dinamismo Econômico, Capital Humano e Telecomunicações.

Últimas