Futuros do minério de ferro na China têm terceira sessão consecutiva de perdas

Por Enrico Dela Cruz

MANILA (Reuters) - Os futuros do minério de ferro na China ampliaram perdas nesta quarta-feira, para a terceira sessão de baixa consecutiva desde o retorno dos mercados após o feriado de Ano Novo Lunar.

O contrato mais negociado do minério de ferro na bolsa de Dalian fechou com queda de 1,5%, ainda em meio à disseminação de um novo coronavírus na China que tem gerado tensão nos mercados.

Os preços do minério de ferro com teor de 62% no mercado spot também recuaram, fechando a 81,80 dólares na terça-feira, menor nível desde 14 de novembro, segundo dados da consultoria SteelHome.

Com operações interrompidas nos portos chineses devido ao vírus, há expectativas de acumulação de estoques de minério de ferro nos portos no curto prazo, segundo a fornecedora de dados sobre o setor MySteel.

Apesar da pressão baixista sobre os preços do minério por preocupações sobre o impacto econômico do coronavírus, a Fitch Solutions elevou sua projeção para as cotações da commodity em 2020, para em média 85 dólares, de 80 dólares anteriormente.

"Embora esperemos que os problemas de oferta (de minério de ferro) vistos em 2019 estejam em geral solucionados, a forte demanda da indústria siderúrgica chinesa à medida que o governo continua a estimular o setor de construção doméstico devido à desaceleração da economia e, mais recentemente, à epidemia do vírus, deve evitar que os preços entrem em colapso", apontou a Fitch Solutions.

No aço, o vergalhão para construção na bolsa de Xangai fechou em alta de 0,4%.