G20 direciona US$ 21 bilhões para combater o novo coronavírus

Grupo formado pelos países mais ricos do mundo afirmam que as nações "não pouparão esforços para proteger vidas e os mais vulneráveis"

G20 diz que assumiu "compromisso decisivo"

G20 diz que assumiu "compromisso decisivo"

Cadu Rolim/Fotoarena/Estadão Conteúdo

O G20 informou que os países-membros do grupo e convidados direcionaram mais de US$ 21 bilhões para combater a pandemia do novo coronavírus. De acordo com o grupo formado pelos países mais ricos do mundo, o compromisso mostra que as nações "não pouparão esforços para proteger vidas e os mais vulneráveis".

Os recursos têm como destino o desenvolvimento de vacinas, tratamentos e testagem da doença, incluindo pesquisa e desenvolvimento.

A organização afirma que assumiu "compromisso decisivo" no combate a covid-19 durante a Cúpula Extraordinária de Líderes, convocada em 26 de março pela presidência saudita do G20.

Leia mais: Rússia registra um segundo medicamento para tratar covid-19

O grupo afirma ainda que investiu "significativamente" em esforços humanitários e no fortalecimento dos sistemas de saúde de países de menor renda, apoiando respostas regionais à crise.

"Os investimentos certos devem ser feitos para que estejamos mais bem preparados e evitemos os custos esmagadores de saúde, sociais e econômicos associados a uma pandemia global", afirma a organização em nota.