Coronavírus

Economia Gastos de brasileiros no exterior têm leve alta em julho, aponta BC

Gastos de brasileiros no exterior têm leve alta em julho, aponta BC

Despesas de US$ 452 milhões fora do país superaram em US$ 3 milhões os números de junho. Contra julho de 2020, alta foi de 69%


  • Economia | Do R7

Em julho, brasileiros gastaram US$ 452 milhões fora do país, segundo o Banco Central

Em julho, brasileiros gastaram US$ 452 milhões fora do país, segundo o Banco Central

Agência Brasil

Os gastos dos brasileiros no exterior totalizaram US$ 452 milhões ao longo do mês de julho, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (25) pelo BC (Banco Central). O resultado representa uma leve alta, de 0,6%, em relação a junho, quando as despesas fora do país somaram US$ 449 milhões.

Em relação ao mesmo mês do ano passado, a alta chega a quase 70% (69,2%), refletindo o processo de flexibilização econômica com o avanço da vacinação contra a covid-19 e queda nos indicadores epidemiológicos. Em julho de 2020, os brasileiros gastaram US$ 267 milhões, em uma base que já estava combalida pelos efeitos da pandemia.

Mesmo com a significativa melhora nos números de infecção, internação e óbitos, os gastos externos ainda vêm sendo influenciados pela crise sanitária. Além do impacto econômico, alguns países seguem restringindo a entrada de brasileiros em seus territórios.

Como as receitas de estrangeiros em viagem ao Brasil totalizaram US$ 223 milhões em julho, o mês terminou com saldo negativo de US$ 229 milhões, valor 80,3% inferior aos US$ 127 milhões apurados em julho de 2020.

No acumulado de 2021, as despesas no exterior somam US$ 2.396 bilhão e apresentam déficit de US$ 893 milhões. Nos sete meses iniciais do ano passado, os gastos contabilizados foram de US$ 3.840 bilhões e o déficit, de US$ 1.769 bilhão.

Últimas