Gol fecha acordo para venda de 11 Boeing 737 Next Generation

SÃO PAULO (Reuters) - A Gol comunicou nesta terça-feira contratos de venda de 11 aeronaves Boeing 737 Next Generation com a Carlyle Aviation, o que, segundo a companhia aérea brasileira, acelerará ainda mais a renovação da sua frota e a desalavancagem de seu balanços.

A empresa disse em comunicado ao mercado que a venda dessas 11 aeronaves reduzirá a dívida líquida da Gol em aproximadamente 500 milhões de reais, composta por uma queda de 130 milhões na dívida de arrendamento financeiro e um aumento de 370 milhões de reais na liquidez de caixa.

A Gol também disse que planeja utilizar aproximadamente 330 milhões de reais desses recursos para resgatar o montante disponível de suas Senior Notes de 8,875%, com vencimento em 2022.

"A receita de gerenciamento de ativos e a redução na despesa de juros contribuirão com mais de 420 milhões de reais no lucro da companhia em 2020, e melhorará os indicadores creditícios da Gol, reduzindo a relação dívida líquida/Ebitda em 0,2 vez", afirmou.

A Gol disse que pretende substituir esses NGs por aeronaves Boeing 737 MAX-8 durante os próximos anos.

None

(Por Paula Arend Laier)