Economia Goldman Sachs corta previsão de crescimento do PIB dos EUA para 2022 com temor por Ômicron

Goldman Sachs corta previsão de crescimento do PIB dos EUA para 2022 com temor por Ômicron

EUA-PIB-GOLDMAN-OMICRON:Goldman Sachs corta previsão de crescimento do PIB dos EUA para 2022 com temor por Ômicron

Reuters - Economia

(Reuters) - O Goldman Sachs reduziu sua perspectiva de crescimento econômico dos Estados Unidos para 2022 a 3,8% neste sábado, citando riscos e incertezas em torno do surgimento da variante Ômicron do coronavírus.

O economista do Goldman Joseph Briggs disse em uma nota que a Ômicron pode desacelerar a reabertura econômica, embora a empresa espere "apenas uma redução modesta" nos gastos com serviços.

A empresa agora espera um crescimento de 3,8% no Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano em 2022, ante 4,2% anteriormente em uma base anual, disse Briggs.

"Embora muitas perguntas permaneçam sem resposta, agora acreditamos que é mais provável um cenário de desvantagem moderado em que o vírus se espalha mais rapidamente, mas a imunidade a doenças graves apenas enfraquece ligeiramente", disse ele.

A falta de mão de obra pode durar mais se as pessoas não se sentirem confortáveis ​​em voltar ao trabalho por conta da variante, acrescentou a nota.

O Goldman observou que a disseminação do vírus pode piorar a escassez de suprimentos se outros países implementarem restrições mais rígidas, embora o aumento das taxas de vacinação entre os parceiros comerciais estrangeiros evite sérias interrupções.

A previsão do Goldman Sachs para os Estados Unidos vem depois que a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse na sexta-feira que suas estimativas de crescimento econômico global provavelmente serão reduzidas devido à Ômicron.

(Por Jahnavi Nidumolu em Bangalore)

Últimas