Novo Coronavírus

Economia Governo anuncia pacote de R$ 5 bi de socorro ao setor de turismo

Governo anuncia pacote de R$ 5 bi de socorro ao setor de turismo

Medida provisória disponibiliza crédito emergencial, por meio do sistema bancário, às empresas e microempreendedores individuais

  • Economia | Do R7

Área de check-in do aeroporto de Congonhas (SP)

Área de check-in do aeroporto de Congonhas (SP)

Mister Shadow/ASI/Estadão Conteúdo - 5.5.2020

Um dos setores mais atingidos pela pandemia do coronavírus em todo o mundo, o turismo no Brasil terá um pacote de socorro no valor de R$ 5 bilhões. O anúncio foi feito pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, na tarde desta sexta-feira (8).

O montante será disponibilizado na forma de crédito pela Caixa e outras instituições financeiras. Segundo o ministro, com foco em empresas de pequeno porte e em microempreendedores individuais.

"Sabemos que o turismo brasileiro é realizado, na sua proporcionalidade, em 80% por essas micro, pequenas e médias empresas. E os outros 20% desses recursos serão disponibilizados para as grandes empresas."

Leia também: Crise do coronavírus já custa R$ 3,9 bilhões a operadoras de turismo

Os valores serão de livre utilização e poderão compor capital de giro ou investidos na compra de equipamentos, por exemplo. 

O Fungetur (Fundo Geral de Turismo) entrou com 25% do risco, junto aos bancos, para flexibilizar as garantias e facilitar o acesso das empresas à linha de crédito. 

O ministério também trabalha em um projeto para a retomada do turismo brasileiro "no momento adequado", salientou Álvaro Antônio.

"Nós já estejamos preparados para que essa retomada possa se dar de uma forma mais eficiente possível".

Segundo ele, neste momento, os esforços do governo têm sido para "evitar o desmonte do setor do turismo, evitar que haja uma quebra generalizada das empresas."

Últimas