Governo anuncia para 1º semestre de 2016 novas concessões de aeroportos

Congonhas, Santos Dumont e Manaus, no entanto, não serão repassados à iniciativa privada

Padilha disse que a parceria do Estado com a iniciativa privada, do ponto de vista temporal, é “infinita”
Padilha disse que a parceria do Estado com a iniciativa privada, do ponto de vista temporal, é “infinita” Elza Fiúza/Agência Brasil

O ministro da SAC (Secretaria de Aviação Civil), Eliseu Padilha, disse que a concessão dos aeroportos de Porto Alegre, Salvador e Florianópolis ocorrerá no início do primeiro semestre do ano que vem.

Na abertura de um evento sobre gestão aeroportuária, Padilha informou a representantes do setor de aviação civil que a parceria do Estado com a iniciativa privada, do ponto de vista temporal, é “infinita”.

Padilha destacou, no entanto, que os aeroportos de Congonhas, Santos Dumont e Manaus não serão repassados à iniciativa privada para “subsistência” da Infraero. De acordo com o ministro da SAC, as concessões dos aeroportos elevaram o nível de gestão e operação dos terminais brasileiros.

— Estamos em uma linha de ascensão na operação dos aeroportos e vamos subir. A competição vai fazer esse nível subir. Ela [presidenta Dilma Rousseff] optou pela parceria púbico privada, algo que internamente não foi fácil. Mas, agora, é uma parceria que do ponto de vista temporal, em principio, é infinita. Temos hoje 82% de aprovação [dos passageiros] e esse índice vai subir. Se estivermos acima de 90% [de aprovação dos aeroportos] óbvio que não vamos querer voltar atrás com esses parceiros que nos levaram a alcançar esse nível.

Padilha afirmou que a intensão do governo é licitar os três aeroportos juntos, mesmo considerando que a elaboração do edital referente ao Aeroporto Salgado Filho seja mais complexo do que os demais.

— A ideia é licitar todos juntos, no primeiro semestre do ano que vem, porque lá [em Porto Alegre] teremos a construção de um aeroporto novo. Faremos a concessão do já existente [Salgado Filho] com a obrigação de o concessionário construir um novo. Já fizemos sondagens no mercado com possíveis operadores.

O novo terminal, segundo Padilha, será construído a cerca de 20 quilômetros do Aeroporto Salgado Filho e deve ficar pronto em 2029.

— O novo terminal será construído na cidade de Portão, na região metropolitana de Porto Alegre. Atualmente, o Salgado Filho está em obras e vai começar [a construir] um hotel, vai haver uma extensão de pista. Ele está sendo adequado para atender o Rio Grande do Sul até 2029. Até lá, o outro vai estar pronto.