Governo anuncia R$ 9,5 bilhões para o combate ao coronavírus

Dinheiro será repassado ao Ministério da Saúde para que seja investido em ações nos estados; gastos serão detalhados em breve

Anuncio foi feito por Braga Netto (foto) nesta tarde

Anuncio foi feito por Braga Netto (foto) nesta tarde

Anderson Riedel/Presidência da República - 1.4.2020

O ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, anunciou na tarde desta quinta-feira (2) que o governo editará uma medida provisória de R$ 9,5 bilhões que serão destinados ao Ministério da Saúde para o combate à pandemia de coronavírus no país. 

Os detalhes de como os recursos serão aplicados vão ser informados pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em breve.

Braga Netto também informou que a Presidência da República editou um decreto para desoneração temporária do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) de itens necessários para uso no combate à doença, como máscaras, respiradores e outros insumos. 

Leia também: Ministro alerta para risco de falta de itens de proteção em hospitais 

Nesta quinta-feira (2), o número de mortos por covid-19 no Brasil chegou a 299. Os casos confirmados somam 7.910, segundo o Ministério da Saúde. 

Mandetta, disse que os números indicam que "a gente está conseguindo ficar com uma curva [de número de casos] menos íngreme".

"O que mostra que está valendo a pena a diminuição dessa dinâmica social, que a gente deve manter, até que a gente tenha condições de falar que estamos com um setor [de saúde] mais organizado, mais responsivo."

Enquanto isso, governo federal, estados e municípios correm para garantir insumos e equipamentos para enfrentar o pico da epidemia no país, previsto para ocorrer em meados de maio. 

Mandetta tem alertado para a dificuldade de encontrar no mercado global respiradores, equipamento essencial no tratamento de quadros graves de covid-19.