Economia Governo economiza R$ 1,4 bilhão com trabalho remoto de servidores 

Governo economiza R$ 1,4 bilhão com trabalho remoto de servidores 

Ministério da Economia analisou redução dos gastos em cinco itens de custeio entre março de 2020 e junho de 2021

Trabalho remoto rendeu economia de R$ 1,4 bilhão ao governo federal

Trabalho remoto rendeu economia de R$ 1,4 bilhão ao governo federal

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governo federal economizou R$ 1,4 bilhão com o trabalho remoto de servidores públicos durante a pandemia da covid-19. O levantamento do Ministério da Economia, divulgado nesta terça-feira (3), analisa a redução dos gastos em cinco itens de custeio entre os meses de março de 2020 e junho de 2021: diárias; passagens e despesas com locomoção; serviços de energia elétrica; serviços de água e esgoto; e cópias e reprodução de documentos.

Leia também: Mais de 70% dos serviços públicos brasileiros já são digitais

"A transformação digital dos serviços públicos possibilitou que, mesmo durante a pandemia, os cidadãos brasileiros não deixassem de ser atendidos em razão do trabalho remoto dos servidores públicos decorrente das restrições sanitárias”, afirma o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Caio Mario Paes de Andrade. Atualmente, mais de três mil serviços já são digitais, de forma que as pessoas não precisem sair de casa para serem atendidas.

“Esses recursos economizados nos gastos de custeio poderão ser utilizados pelos órgãos em atividades finalísticas, para atender melhor o cidadão”, complementa o secretário especial.

Últimas