Novo Coronavírus

Economia Governo federal anuncia programa para retomada econômica

Governo federal anuncia programa para retomada econômica

Pró-Brasil envolverá R$ 250 bilhões em concessões para o setor privado e R$ 30 bilhões em obras públicas e deve ser aplicado no 2º semestre

  • Economia | Do R7

Ministro Braga Netto, da Casa Civil

Ministro Braga Netto, da Casa Civil

Anderson Riedel/Presidência da República - 1.4.2020

Um plano estratégico de retomada do crescimento econômico, chamado Pró-Brasil, foi anunciado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira (22). A previsão do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que também participou da entrevista, é que, apenas neste setor, o programa gere mais de 1 milhão de empregos.

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

O programa, criado para responder ao impacto da pandemia do novo coronavírus, é dividido em dois pilares: Ordem, focado em medidas estruturantes, e Progresso, voltado para investimentos em obras públicas e parcerias com o setor privado.

Leia também: Mortes por covid-19 no Brasil somam 2.906, diz ministério 

O plano será estruturado ao longo dos meses de maio e junho. A primeira reunião interministerial sobre o tema está marcada para esta sexta-feira (24). O detalhamento das ações está previsto para o período entre agosto e setembro e a implantação em larga escala a partir de outubro deste ano. 

Veja também: Mortes por covid-19 no Brasil somam 2.906, diz ministério

O ministro Gomes de Freitas afirmou que a vertente Pró-Brasil Progresso do plano deve prever R$ 250 bilhões em concessões para o setor privado. Além disso, R$ 30 bilhões devem ser destinados para obras públicas.

Leia também: Governo vai disparar SMS com orientações sobre coronavírus

De acordo com o ministro, o programa "vai ser feito com muita responsabilidade, dentro da linha de controle de gastos, da linha de solvência, que tem marcado a gestão".

Últimas