Economia Governo reduz restrição à distribuição de resultado por instituições financeiras

Governo reduz restrição à distribuição de resultado por instituições financeiras

BACEN-CMN-BANCOS:Governo reduz restrição à distribuição de resultado por instituições financeiras

Reuters - Economia

BRASÍLIA (Reuters) - O Conselho Monetário Nacional (CMN) anunciou nesta quarta-feira flexibilização das regras sobre distribuição dos resultados das instituições financeiras em 2020, medida que havia sido instituída no início da crise do coronavírus.

Agora, as instituições poderão distribuir resultados, inclusive sob a forma de antecipação, até o maior dos seguintes valores: 30% do lucro líquido ou o montante equivalente ao dividendo mínimo obrigatório constante de seu estatuto.

A distribuição poderá ser feita até o maior dos seguintes valores: 30% do lucro líquido ou o equivalente ao dividendo mínimo obrigatório.

Em nota, o Banco Central afirmou que a potencial distribuição de resultados passaria de 30 bilhões para 36 bilhões de reais, resultando em uma redução potencial da capitalização do sistema de 6 bilhões de reais.

"Ainda restaria um potencial de 80 bilhões de reais (7,82% do patrimônio de referência) de resultado retido para fazer frente às incertezas remanescentes dos efeitos adversos provocados pela pandemia Covid-19", afirmou o BC.

(Por Marcela Ayres; Edição de Aluísio Alves)

Últimas