Greve dos Caminhoneiros

Economia Greve dos caminhoneiros: governo diz que não há bloqueios no país

Greve dos caminhoneiros: governo diz que não há bloqueios no país

O Ministério da Infraestrutura cita que existem dois pontos de concentração: na rodovia presidente Dutra e na BR-153, em Goiânia

  • Economia | Do R7

Paralisação estava marcada para hoje

Paralisação estava marcada para hoje

Luiz Fernando Menezes/Fotoarena

O Ministério da Infraestrutura divulgou às 7h desta segunda-feira (1º) que não havia registro de bloqueios de caminhoneiros parcial ou total em rodovias federais ou em outros pontos do país. Estava marcada para hoje a paralisação dos motoristas.

O ministério, com base em informações do Ministério da Justiça e Segurança Pública por meio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), disse ainda que o número de pontos de concentração caiu para somente dois: às margens da BR-116/RJ (rodovia Presidente Dutra), na altura da Rodoviária de Barra Mansa/RJ; e às margens da BR-153/GO, próximo a Goiânia.

Outros dois pontos de concentração, na BR-116/CE, em Itaitinga, e na BR-101/RJ, em Rio Bonito, já foram dispersados, informa a nota oficial da pasta. 

Na página do CNTRC (Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas), um dos organizadores dos protestos, há imagens de um bloqueio em Itapeva (MG). A entidade denuncia em várias postagens que a PRF está agindo com truculência para impedir a greve. 

Os protestos foram organizados pela CNTRC, pela Abrava (Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores), pela CNTTL (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte e Logística) e pelo Sindicam (Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira).

Os grupos planejam se manifestar contra a política de preço de paridade de importação (PPI), adotada pela Petrobras, e propõem a política de preço de paridade de exportação (PPE), baseada exclusivamente em custos nacionais.

Últimas