IGP-M registra estabilidade na 1ª prévia de fevereiro com queda no atacado, diz FGV

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - Os preços no atacado passaram a cair e o Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) registrou estabilidade na primeira prévia de fevereiro, ante alta de 0,67% no mesmo período do mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta terça-feira.

Os dados mostraram que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) recuou 0,15% na primeira prévia de fevereiro, após avançar 0,86% no período anterior.

O principal destaque no resfriamento dos preços do atacado foi o grupo Bens Finais, que deixou para trás alta de 1,59% no mês anterior para cair 1,45% em fevereiro. Uma queda de 4,54% nos alimentos processados, ante alta de 4,08%, foi responsável pelo movimento registrado.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30% no índice geral, desacelerou por sua vez a alta a 0,24%, de 0,33% na primeira prévia de janeiro.

O arrefecimento na alta da Alimentação, de 1,03% para 0,10%, ajudou na desaceleração do IPC, com destaque para a queda de 4,01% registrada pelas carnes bovinas em fevereiro, após alta de 3,29% no mês anterior.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) avançou 0,37% no período, após alta de 0,20% na leitura do mês anterior.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.