Impostômetro atinge marca de R$ 1,6 trilhão na tarde desta segunda-feira

Valor recolhido em impostos será alcançado 18 dias antes do que em 2014, segundo ACSP

Impostômetro atinge marca de R$ 1,6 trilhão na tarde desta segunda-feira

Impostômetro calcula valor pago em impostos, taxas e contribuições

Impostômetro calcula valor pago em impostos, taxas e contribuições

Getty Images

O Impostômetro, que calcula o total pago em impostos, taxas e contribuições pelos brasileiros em 2015, atinge nesta segunda-feira (19), por volta das 15h30, a marca de R$ 1,6 trilhão. Segundo a ACSP (Associação Comercial de São Paulo), o resultado será alcançado 18 dias antes do que no ano passado.

O presidente da ACSP e da Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo), Alencar Burti, ressalta que, mesmo com o momento de recessão, a arrecadação com impostos continua crescendo.

— Se o governo tivesse controlado seus gastos, não estaríamos ouvindo conversas sobre a criação de impostos.

Gasto público supera a expansão da economia brasileira nas duas últimas décadas

Impostos e contas deixam as pessoas no vermelho e viram piada

Burti destaca ainda que, na mesma data do ano passado, o Impostômetro marcava pouco mais de R$ 1,5 trilhão.

Uma unidade física do Impostômetro está instalada no centro de São Paulo e tem o objetivo de mostrar para a população sobre o pagamento de taxas, impostos e contribuições. Pelo site do serviço, é possível acompanhar, em tempo real, a atualização dos valores.

Governo vai liberar R$ 700 mi em emendas

R7 Play: assista à Record onde e quando quiser