Índices da China acompanham perdas em outros mercados em meio a incertezas sobre coronavírus

XANGAI (Reuters) - Os índices acionários da China terminaram em baixa na quarta-feira, embora as perdas tenham sido contidas uma vez que diminuíram as preocupações com o surto de coronavírus no país depois da visita do presidente Xi Jinping a Wuhan.

Investidores continuam esperando medidas de estímulo por parte do governo para sustentar sua economia.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 1,33%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,94%, depois de operar em território positivo no início do dia.

A virada na parte final do pregão aconteceu devido ao fato de outros mercados asiáticos e de os futuros de Wall Street terem caído diante do crescente ceticismo sobre o pacote de estímulo dos Estados Unidos para combater o surto de coronavírus.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 2,27%, a 19.416 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,63%, a 25.231 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,94%, a 2.968 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,33%, a 4.028 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 2,78%, a 1.908 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 1,00%, a 10.893 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,72%, a 2.783 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 3,60%, a 5.725 pontos.

None

(Reportagem de Luoyan Liu e Andrew Galbraith)