Infraestrutura formaliza indicação de Biral na presidência da SPA

O Ministério da Infraestrutura formalizou nesta terça-feira, 28, a indicação de Fernando Biral como diretor-presidente da Autoridade Portuária de Santos (SPA, antes Codesp), após o pedido de desligamento do engenheiro naval Casemiro Tércio Carvalho na última sexta-feira, 24. Biral é o atual diretor de Administração e Finanças da SPA, e assumiu interinamente a presidência da empresa que administra o Porto de Santos com a saída do colega. Agora, a pasta enviou ofício com a indicação de Biral à Comissão de Elegibilidade do porto.

Com um nome "da casa", o ministério espera dar continuidade à política já tocada por Carvalho. O futuro do comando da SPA foi alvo de especulações nos últimos dias, envolvendo o nome do deputado federal Paulinho da Força (Solidariedade-SP). A pasta comandada por Tarcísio de Freitas, por sua vez, segue com a estratégia de blindar as empresas e autarquias ligadas ao ministério de indicações políticas.

O plano é o mesmo para Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Como antecipou ontem o Broadcast Político, com a saída do engenheiro André Kuhn para a estatal Valec, a vaga de diretor-executivo do órgão deve seguir com um perfil técnico e ficar com o atual diretor de Infraestrutura Rodoviária do Dnit, Euclides Bandeira de Souza.

Ao comentar a indicação de Biral para a presidência da SPA, Freitas afirmou que o ministério efetiva o nome de um "gestor técnico" para dar continuidade à política do governo federal "de transformação e profissionalização do setor de portos". "O Porto de Santos seguirá com uma gestão focada em eficiência, transparência e profissionalismo", disse.

Biral é formado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas, e especializou-se em Finanças. Segundo o Ministério da Infraestrutura, ele atuou em diversas empresas do setor financeiro e, como diretor de projetos, foi responsável por mais de 20 projetos para organizações como Embratel, Petrobras, Banco do Brasil, Vale, Grupo Pão de Açúcar, Minerva Foods, Gafisa, entre outras. Além disso, Biral é docente da FIA-USP, e está desde 2019 como diretor de Administração e Finanças da SPA.