INSS

Economia INSS: Prova de vida de aposentados e pensionistas segue suspensa

INSS: Prova de vida de aposentados e pensionistas segue suspensa

Presidente do órgão afirma que o INSS estuda um sistema de prova de vida digital com 500 mil pessoas

  • Economia | Do R7

INSS estuda sistema para realizar a prova de vida digital

INSS estuda sistema para realizar a prova de vida digital

Ronaldo Silva/Futura Press/Estadão Conteúdo

Interrompidas em março devido à pandemia do novo coronavírus, a realização das provas de vida por aposentados e pensionistas seguem suspensas, afirmou o presidente do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), Leonardo Rolim, nesta sexta-feira (2).

“Hoje, a prova de vida não está sendo aplicada de forma obrigatória. Quem quiser ir fazer no banco, pode ir. Mas não é obrigatória”, explicou durante sua participação na Live JR.

Leia mais: INSS diz que já normalizou 70% da capacidade de atendimento

Ele destacou que neste momento o INSS trabalha com uma experiência para a prova de vida digital. "Selecionamos 500 mil pessoas que deveriam ter feito a prova de vida até fevereiro e não fizeram para fazer o reconhecimento facial, pelo celular”, revelou Rolim aos jornalistas Celso Freitas, Christina Lemos e Emerson Ramos.

O INSS usou a base de dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) e do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para realizar a biometria facial. Por isso, foram selecionados apenas segurados que tenham carteira de motorista e título de eleitor nesta fase inicial de testes.

De acordo com o presidente do INSS, o plano piloto busca tornar o sistema digital confiável para ser aplicado em larga escala na retomada da prova de vida.

Últimas