Kuroda diz que BC do Japão poderia aliviar mais a política monetária

WASHINGTON (Reuters) - O presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, disse nesta sexta-feira que o banco central poderá afrouxar ainda mais a política monetária, se necessário, pois ainda possui ferramentas disponíveis para sustentar o crescimento econômico.

"Não é como se tivéssemos um espaço limitado de política monetária. Se necessário, poderíamos tomar medidas adicionais", disse Kuroda em coletiva de imprensa após a conclusão de uma reunião de chefes de Finanças do G20 em Washington.

"Analisaremos cuidadosamente a evolução econômica e de preços para decidir se essas medidas são necessárias", disse Kuroda.

(Por Leika Kihara e David Lawder)