Economia Licitação para venda de petróleo da União em Tupi encerra sem propostas, diz PPSA

Licitação para venda de petróleo da União em Tupi encerra sem propostas, diz PPSA

ENERGIA-PETROLEO-TUPI:Licitação para venda de petróleo da União em Tupi encerra sem propostas, diz PPSA

Reuters - Economia

SÃO PAULO (Reuters) - A licitação internacional nesta quarta-feira para contratar um agente comercializador do petróleo da União proveniente da área individualizada de Tupi foi declarada "deserta", sem o recebimento de propostas, disse a Pré-Sal Petróleo (PPSA), que organizou o certame.

Segundo a PPSA, as empresas Equinor, Petrobras e Total, que pediram cadastramento para participar, não enviaram a documentação.

O contrato previa a contratação do agente comercializador por cinco anos, período em que deveriam ser comercializados 4 milhões de barris de petróleo a um valor estimado de 218 milhões de dólares.

Situado na Bacia de Santos, Tupi é o principal campo produtor de petróleo e de gás natural dos reservatórios do pré-sal, sendo operado pela Petrobras (65%), com os sócios Shell (25%) e Petrogal (10%), da Galp.

Como as reservas do campo se estendem para área não contratada, em abril de 2019 foi celebrado um Acordo de Individualização da Produção (AIP), que concedeu à União uma participação de 0,551% na jazida compartilhada.

(Por Roberto Samora)

Últimas