Coronavírus

Economia Lucro de 2020 da Caixa deverá ser recorde, diz presidente do banco

Lucro de 2020 da Caixa deverá ser recorde, diz presidente do banco

Pedro Guimarães destacou atuação do banco durante a pandemia do novo coronavírus e ressaltou taxa baixa de inadimplência

  • Economia | Do R7

Lucro da Caixa em 2020 deverá bater 
recorde

Lucro da Caixa em 2020 deverá bater recorde

Ettore Chiereguini/ AGIF/ Estadão Conteúdo - 21.08.2020

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou nesta terça-feira (12), que o lucro do banco deverá ser recorde em 2020. Em evento de 160 anos da Caixa no Palácio do Planalto, Guimarães destacou a atuação do banco durante a pandemia da covid-19.

Leia mais: Fim do auxílio emergencial mostra compromisso fiscal, diz secretário

"Na hora mais complexa, batemos recorde de crédito imobiliário", disse ele, em referência à crise do novo coronavírus.

Guimarães ressaltou ainda a baixa taxa de inadimplência. "Nesse ano a gente vai ter a menor taxa de inadimplência dos 160 anos", afirmou.

Pedro Guimarães também citou medidas de mudança na gestão do banco público, como a devolução de imóveis e a venda de ativos. "Vendemos R$ 56 bilhões em ativos e vamos fazer mais", declarou. Em seu discurso, ele ressaltou o caráter inclusivo do banco e a prioridade em atender a população mais humilde.

Ele mencionou ainda que a Caixa criou número recorde de contas digitais durante a pandemia e conta com 30 milhões de CPFs únicos cadastrados no PIX, meio de pagamento eletrônico lançado pelo Banco Central no ano passado.

"Nós estamos falando de um banco com mais 140 milhões de contas, um banco que no meio da pandemia construiu 105 milhões de contas digitais", citou Guimarães. "Isso foi construído no meio da pandemia, nenhum País pagou tanto e tão rápido e com uma inclusão tão profunda como o Brasil", disse.

Últimas