Economia Maior queda da indústria alemã em uma década reaviva temores de recessão

Maior queda da indústria alemã em uma década reaviva temores de recessão

Reuters

Por Paul Carrel

BERLIM (Reuters) - A produção industrial alemã sofreu sua maior queda em dezembro desde 2009, ano atingido pela recessão, uma queda chocante que destaca a fraqueza na manufatura e arrisca arrastar novamente a maior economia da Europa para a contração.

A produção industrial caiu 3,5% no mês, superando as expectativas de queda de 0,2%, mostraram dados da Agência de Estatísticas da Alemanha. Essa foi a maior queda desde janeiro de 2009 e ocorreu após um aumento revisado para cima de 1,2% em novembro.

A indústria dependente de exportação da Alemanha está enfrentando uma demanda lenta do exterior, além de incertezas nos negócios relacionadas a disputas comerciais e à decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia. O setor de serviços está em melhor forma.

O instituto econômico Ifo disse na quinta-feira que o coronavírus também pode prejudicar o crescimento da Alemanha.

A Alemanha evitou por pouco a recessão no terceiro trimestre do ano passado e os números do quarto trimestre são esperados na próxima sexta-feira.

"Há muito poucos elementos positivos a serem encontrados nos dados industriais de dezembro", disse Carsten Brzeski, economista do ING. "De fato, os dados aumentaram o risco de que os dados do PIB da próxima semana possam trazer de volta a palavra com 'R' para a economia alemã."

Últimas