Economia Maioria dos viajantes planeja gastar até R$ 5.000 nas férias de julho

Maioria dos viajantes planeja gastar até R$ 5.000 nas férias de julho

Pesquisa aponta que 67% dos viajantes brasileiros pretendem gastar entre R$ 1.000 e R$ 5.000 no período das férias

férias de julho

Mais de 40% ainda não planejou viagem de férias

Mais de 40% ainda não planejou viagem de férias

Renato S. Cerqueira/Futura Press/Folhapress

O assessor de marketing Ramon Souza, de 29 anos, vai arrumar as malas para passar um período de 30 dias na Califórnia, nos Estados Unidos. Para isso, ele estima desembolsar R$ 15 mil com a viagem já planejada há três meses.

"Nunca fiz uma viagem tão cara. Estou fechando tudo agora e tudo indica que vai ficar dentro desse teto. A previsão está batendo, por enquanto", afirma Souza, que cita o atual patamar do dólar como um obstáculo para não gastar mais do que deseja.

A quantia reservada pelo assessor de marketing para passar as férias de julho supera a pretensão da maioria dos brasileiros que planejam viajar no período. De acordo com uma pesquisa encomendada pelo site de hospedagens Booking, 67% dos viajantes planejam gastar entre R$ 1.000 e R$ 5.000 com a jornada.

Apenas 16% já têm tudo acertado para curtir as férias

Apenas 16% já têm tudo acertado para curtir as férias

Image Source/Folhapress - 1.2.2016

Pelo levantamento, R$ 1.000 figura como o limite de gastos de 21% dos brasileiros e outros 12% esperam desembolsar entre R$ 5.000 e 10 mil no mês de descanso. O estudo aponta ainda que 46% devem fazer a viagem a dois e 36%, com a família.

O gerente de comunicação da Booking na América Latina, Luiz Cegato, avalia que o levantamento permite compreender o comportamento dos brasileiros durante as férias de meio de ano. "As pessoas estão querendo fazer algo e estão dispostos a disponibilizar parte do orçamento para gastar nas férias de julho", observa ele.

A planejadora financeira Annalisa Dal Zotto, fundadora da Par Mais investimentos, alerta que o estabelecimento do montante que se pode gastar como o primeiro passo do planejamento. "É necessário ver quanto se ganha e quanto pode se permitir de gastar. Temos alguns casos de família que ganham muito dinheiro, mas têm uma estrutura tão inchada e acaba faltando dinheiro para viajar", afirma ela.

Planejamento

Outro ponto levantado pela pesquisa indica que 44% dos que pretendem viajar durante as férias de julho ainda não se planejaram, contra apenas 16% que já têm tudo acertado para curtir o período.

Cegato classifica o dado como algo preocupante para as finanças dos viajantes. “Quanto mais cedo você se planeja, melhores preços você vai conseguir para acomodação e passagens aéreas”, avalia ele.

De acordo com Annalisa, ao planejar a viagem se estabelece um orçamento prévio. "Passagem aérea, hospedagem e alimentação são gastos essenciais. Depois, deve se começar a pensar no transporte interno, passeios, compras e presentes, que podem ser objetos de troca para reduzir as despesas", orienta a planejadora financeira.

Entre as principais justificativas citadas para a falta de planejamento apuradas pelo estudo aparecem a avaliação do orçamento (40%), a escolha da hospedagem (29%) e seleção do destino (16%).

Quase 80% pretende viajar dentro do Brasil em julho

Quase 80% pretende viajar dentro do Brasil em julho

PxHere

Destinos

Os destinos preferidos para 78% dos viajantes no mês de julho estão situados em território nacional, segundo o levantamento. As Serras Gaúchas e Catarinenses despontam como os locais mais citados pelos entrevistados. Em seguida, aparecem as cidades serranas do Sudeste, como Campos do Jordão (SP) e Monte Verde (MG), e as praias do Nordeste.

No exterior, destino preferido para o meio deste ano é a Europa, seguida da América do Norte e América Latina, onde Argentina e Chile saem na frente devido às moedas locais. "Observamos que 81% dos entrevistados acham que o dólar valorizado ajuda a impulsionar o turismo para a América Latina", afirma Cegato.

Para Annalisa, "ir contra a maré" pode ser uma boa alternativa para quem pretende economizar. “Quando se decide estar em um lugar onde todos estão, a gente vai pagar mais caro por isso.”