Economia MSCI diz que investidores não esperam que Biden altere restrições a compras de ações chinesas rapidamente

MSCI diz que investidores não esperam que Biden altere restrições a compras de ações chinesas rapidamente

MACRO-EUA-CHINA-MSCI:MSCI diz que investidores não esperam que Biden altere restrições a compras de ações chinesas rapidamente

Reuters - Economia

Por Ross Kerber

BOSTON (Reuters) - Investidores não esperam que a nova administração do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, mude rapidamente novas regras que impedem a compra de ações de algumas empresas chinesas, disse à Reuters um executivo do provedor de índices MSCI Inc.

Durante uma consulta com mais de 100 clientes sobre como remodelar seus índices em torno das restrições, o MSCI entendeu que a percepção é que mudar as regras "não é a maior prioridade para o governo Biden", disse Sebastien Lieblich, chefe de pesquisa de índice para o MSCI, em entrevista nesta quarta-feira.

O MSCI excluiu na terça-feira ativos de sete empresas chinesas de seus índices globais depois que o governo Trump proibiu a permanência desses ativos em carteira. A decisão do MSCI veio após medidas semelhantes de rivais como FTSE Russell e Nasdaq Inc..

As sete estavam entre 35 empresas listadas pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos como propriedade ou controladas pelos militares chineses, sujeitando-as às novas restrições. A China condenou as medidas, dizendo que o esforço vai contra os princípios da competição de mercado.

Um porta-voz da equipe de transição de Biden se recusou a comentar as observações de Lieblich.

Últimas